domingo, 27 de maio de 2012

Memorial Day

"Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos."
                                                                                                Jo 15.13


Amanhã se comemora o Memorial Day aqui nos Estados Unidos. Trata-se de um feriado para honrar aqueles que deram suas vidas pelo país em serviço militar. É um dos vários feriados patrióticos dos EUA, sendo o Independence Day - comemorado no dia 4 de julho - o mais famoso deles.
O Memorial Day era originalmente celebrado no dia 30 de maio, mas foi mudado para a última segunda-feira do mês de maio, para emendar com o fim de semana.  Existe também um forte apelo para as pessoas hastearem suas bandeiras a meio-mastro no dia do feriado, e fazerem uma pausa `as 3 da tarde para homenagear os combatentes. Mas é claro que tem um apelo comercial também, com liquidações pipocando como "Big Memorial Day Sale".  Uma parcela considerável  da população leva o patriotismo  muito a sério,  e existe um movimento para o dia voltar ao 30 de maio, independente do dia da semana, para se recuperar o verdadeiro sentido do feriado: o de honrar e relembrar aqueles militares mortos em combate.
Hoje cedo, na Igreja, esse versículo no topo do post estava sendo projetado nos telões (são três!!), enquanto o pastor chamava todos os combatentes e ex-combatentes norte-americanos para se porem de pé e receberem uma salva de palmas.   Depois dessa homenagem, o pastor chamou aqueles ex-soldados a realizarem mais um ato de bravura e coragem : convocou-os a se dirigirem ao altar e orar pelas próximas gerações. Lutar a guerra espiritual. Foi muito emocionante ver todos aqueles senhores idosos, alguns com dificuldade para andar, se levantarem e atenderem ao chamado e orar pelos seus filhos, netos, bisnetos e futuras gerações. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário