terça-feira, 26 de junho de 2012

Um banho de banheira bem demorado...

Hoje eu tô estressada! Na verdade, foi ontem, mas não ficava muito bem escrever hoje que " ontem eu estava estressada". Pouco interessante. Então, vou contar como se fosse hoje tudo que aconteceu ontem e me deixou danada da vida. Então, hoje não tem fotinha, só texto. Mas, com uma pitada de humor, porque niguém merece ler a mente de uma pessoa reclamona e amarga. Reclamona, sim, mas perder a ternura, jamais!
Começou cedo, com um engarrafamento do tamanho do Gigante Gigantesco que fez meu marido chegar atrasado na aula. Depois, passei na escola 2 ( ah, essas escolas...) para ver, pela última vez, se não teria vaga MESMO pra Bia lá. (Porque eu estou cansada só de pensar a loucura que vai ser sassaricar com essas meninas de escola em escola, com horários diferentes, uniformes diferentes, blá, blá, blá.) Não tinha. Mas, a secretária não me respondeu na hora. Teve que ligar pra diretora. ( Bia perguntou, assustadíssima: "Diretora, mãe? Lá tem Diretora?" - Porque a única referência que ela tem de Diretora de escola é a do filme Matilda. Quem já viu, sabe que é uma figura que mete medo. Fiquei morrendo de dó dela e tive que explicar que era uma Diretora boazinha) Depois  a fulana da escola me ligou mais tarde e confirmou que não tinha a vaga e nem tinha jeito de me passar na frente das pessoas na lista de espera.  E eu pedi isso, gente? Ai, ai.
Tá bom. Continuando minha procissão, fui ao Consulado Brasileiro pra autorizar a Júlia a viajar desacompanhada.
Tinha duas filas: uma escrito: VISTOS e outra escrita: LEGALIZAÇÕES DE BRASILEIROS. Não queria nenhuma das duas. Mas não tinha outra opção. Logo vi a diferença. Teria que ter algo do tipo "outros serviços" ou "atendimento a brasileiros" . (Americano é tão quadrado -organizado- que não entenderia, já que eles não permitem nada que dê margem para sua interpretação, mas brasileiro sabe que pode ser que essa fila sirva... )Entrei na legalização de brasileiros porque na fila de VISTOS só tinha gringo. E era mesmo a fila que eu precisava. Peguei minha senha. Mas a mulher não estava chamando por senha. Pra quê ter a senha, então??? O homem que sentou do meu lado me disse: eles nunca chamam pela senha... Pensei: Arranca esse aparelho de senha daí, então, ué! Pois bem, quando a mulher do guichê terminou o atendimento, eu era a próxima. Aí, ela gritou: Próximo! E um rapaz  DOS MAIS SEM-EDUCAÇÃO passou na minha frente. Que ódio, gente... Ele viu que eu estava lá antes dele. E o atendimento dele demorou horrores. O desorganizado vai viajar sábado pra Madri e só hoje viu que o passaporte dele está vencido! Tomara que não fique pronto a tempo pra você aprender a não passar na frente dos outros... Eu fiquei lá, esperando o atendimento mais longo do mundo, porque nos outros dois guichês não tinha ninguém. E a gente só ouvindo o conversê dos funcionários lá dentro,e  aquele tanto de gente pra ser atendido.  Isso aqui ô,ô... é um pouquinho de Brasil, iá, iá...
Pois bem, fui atendida,  vim pra casa e fui no office ( como nós aqui de casa chamamos) ou lobby (como eles chamam) do condomínio pra fazer umas cópias. Fiz minhas cópias, e no elevador, entrei com um senhor. Segue o diálogo traduzido pro português, para facilitar a vida dos leitores.
(E: Eu, S: Senhor do elevador)

E: Bom dia
S: Bom dia.
S: Dia quente, né?
E: Muito. Será que vai chover? Podia. (típica conversa de elevador)
S: Espero que aquele furacão não passe por aqui. Que fique lá pela Florida, mesmo
E: !!!
S: Do jeito que está quente,  parece que ele que quer chegar. Pelo menos, deveremos ter uma tempestade.
E:!!!( conversa não tão típica agora)
E; Tenha um bom dia, senhor. Sem furacões.
S: Assim espero!

E assim foi que meu dia foi ficando cada vez pior. Cheguei em casa, era dia de lavar roupa. Trocar roupa de cama e toalhas de banho. Foram umas 4 máquinas de roupa pra lavar, secar, passar, dobrar e guardar. Laiá, laiá, laiá laiá, laiá, laiá... (tem uns laiê também, mas não sei onde colocá-los.  É a música da Isaura, cante como quiser) Tá bom que eu não lavo `a mão (estamos em 2012). Tá bom que eu não passo a ferro. Mas, eu tenho que separar a roupa por cores, texturas, ver o quê vai com o quê, tirar as manchas mais difíceis, adicionar sabão, pôr pra secar, limpar o filtro da secadora a cada ciclo, tirar a roupa e guardar. De seis pessoas. É trabalhoso, sim.
Continuando. O dia estava tão quente, mas tão quente, que era impossível até fazer programa com as crianças. Elas ficaram dentro de casa, brigando o tempo todo. No começo era bonitinho ver aqueles dois trenzim brigando. Agora, perdeu a graça. Quase perdeu, ás vezes é bem engraçado ainda. Pensa ouvir essas duas ciraturinhas de 3 anos e 7 meses e  1 ano e 11 m:

B: Sua grande ladra!! (  frase do filme Cinderela)
L: Isso não é justo!! (frase do filme Mulan)

Essa eu tive que rir.

Mas, enfim, na maioria das vezes, é briga normal, mesmo. Uma tomando as coisas da outra, a outra gritando. Uma batendo, a outra provocando. Castigo pra cá, Thinking time pra lá. Ai, ai!
Troquei as fraldas da Laura - que estava de xixi - e pensei: Ai, ai, vc poderia parar de usar fraldas. Fui guardar umas roupas. Quamno passo pela sala, eis que vejo o carpete todo manchado. Uai, não dei chocolate pra niguém, que bagunceira é essa que elas aprontaram? Cheguei mas perto, ajoelhei no tapete, aproximei a face. Não era chocolate!!! Eu tinha deixado a Laura sem fralda. Ai, que vontade de chorar. EU NAO SEI LIMPAR CARPETE!! Fui então tentar usar as dicas de um blog que li e que ensinava a tirar  xixi/cocô de cachorro de carpete. Mas, deve ser a mesma coisa(porque niguém pensa que uma mãe louca vai largar a filha pelada se ainda não sabe usar o vaso sanitário). água morna, toalha absorvente, mais água morna, produto pra cachorro (Não tenho, vai detergente, mesmo), mais água morna, muita água morna pra diluir o detergente, toalha absorvente. Seca, seca, seca. Continua molhado. Cada um dos nove lugares onde tinha, digamos, aquilo que não era chocolate. Passei uma hora e tanto nesse procedimento que culminou com secar com secador cada uma das manchas.
Marido chega e eu louca pra me libertar um pouco, dar um pouco as crianças pra ele levar um pouco pra piscina e tomar um banho de banheira beeeeem demorado. (M= marido, E=Eu).

M=Oi, amor.
E=Oi, amor.
M= Obrigado pelo sanduíche que você fez pra mim hoje.
(Nessa hora, que quase voei no pescoço dele, porque eu não tinha feito sanduíche nenhum, e esse era um obrigado sarcástico)
E= (respira fundo) Esqueci, né? Mas, muita correria, Christiano, muita roupa hoje. Acabei esquecendo!
M= Mas , ainda bem que a roupa não é a gente que lava. É a máquina.
E= (juro que queria esganar)Ah, é a gente que lava sim, é a gente que põe na máquina, que adiciona a qtde certa de sabão, que ... melhor repetir o que eu escrevi lá em cima: Tá bom que eu não lavo `a mão (estamos em 2012). Tá bom que eu não passo a ferro. Mas, eu tenho que separa a roupa por cores, texturas, ver o quê vai com o quê, tirar as manchas mais difíceis, adicionar sabão, pôr pra secar, limpar o filtro da secadora a cada ciclo, tirar a roupa e guardar. De seis pessoas. É trabalhoso, sim.
M=...
Eu ainda não dise para ele, mas semana que vem, ele é quem vai "não-lavar as roupas". Já que não é agente que lava, mesmo...ele não vai ter trabalho nenhum, pois as máquinas fazem tudo! (só não vou pôr minhas roupas pra ele "não-lavar", pois é capaz de manchar tudo)
Tá bom, segue o enterro.
Bia e Laura naquela "brigaiada" sem fim, e Bia resolve enfiar um lápis com força mesmo, a 0,5 cm do olho da Laura. Ele ficou tão bravo, mas tão bravo que pôs a  Bia de castigo, sem piscina. Em casa. Aí, minha gente, eu não aguentei:  Peraí, quem tá de castigo é ela ou sou EU?? EU quero tomar um banho de banheira beeeeem demorado! EU quero uma horinha pra mim. Quero ler uns blogs, postar alguma coisa, ler minha Bíblia, ficar `a toa. Vai lá e dá outro castigo pra ela. Esse dela ficar aqui em casa, nem vem!!! Não vale. E vai, eu, tentar pôr calma no ambiente e evitar que tudo piore.
Foram os quatro pra piscina. Chris e as meninas. E, depois de um dia daqueles, pude tomar meu banho de banheira beeeem demorado.

2 comentários:

  1. Oi primeira vez passando aqui, vc me escreveu como que já me ler ha algum tempo, pena que nunca deu um oizinho pra nozes né? Agora eu ja tô de saida correndoq eu nem tu ai rsrs nas pressas da vida, mas assim como vc muito bom humor, obg pelo desejo de boa viagem, obg por se mostrar hoje pra mim, por assim eu descobri seu nome e seu blog que é bem engracado, dei uma lida rapida, por cima mesmo devo dizer, mas gostei muito, rsrs
    Quando eu voltar te visito mais vezes, vc espera um mës? rsrs
    Eh isso grande abraco e um otimo julho pra vc e familia. Haaaa eu nunca tomei banho de banheira NUNCA acredita? aqui no meu aperrrrrtamento nao tem, e quando eu morava no Brasil chuveiro ja era um baita luxo rsrs quem sabe um dia...bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por passar por aqui, adorei te conhecer ( sim, pois através dos nossos textos, nós nos deixamos conhecer, não é, mesmo? ) Volte sempre!! Eu espero um mês e desejo que ele seja bem intenso!

    ResponderExcluir