domingo, 15 de julho de 2012

Vamos `a... Biblioteca?

Uma de nossas milhares de tarefas como pais é a de conseguir imprimir nos nossos filhos o hábito da leitura. Quem lê mais, pensa mais, fica mais esperto, mais atento e mais crítico. Sem contar que ler é um hábito saudável que exercita a imaginação da criança (e do adulto também). E todos nós também sabemos que, quem lê muito, se comunica melhor e escreve melhor. E "quem escreve constrói um castelo, quem lê habita nele."  Como eu quero ver minhas filhas construindo e habitando no maior e melhor castelo possível, o hábito da leitura é bem estimulado aqui em casa. Com a Júlia, que está no Brasil, considero minha missão quase cumprida. Ela gosta muito de ler e detona um livro em 2, 3 dias. E não é livrinho, não. É "livrão". Não é tudo que a agrada, mas quando ela gosta, sai de baixo. Em inglês ou português, lê com  a mesma facilidade.  As notas dela em literatura não me deixam mentir... 
Na escola que frequenta (MHS), Julia precisou ler Shakespeare - com aquele inglês arcaico do século XVI (traduzindo: super difícil!). E ela foi super bem. O professor orientou os alunos a comprarem um livro chamando No fear Shakespeare (algo como "Não tema Shakespeare" ou "Shakespeare sem medo"). Chris levou-a  a Barnes and Noble ( traduzindo: livraria dos sonhos - tradução livre bricadeirinha!)  Essa loja é um espetáculo, um paraíso para os leitores. Eu entro lá e fico babando. Mas, por enquanto, não tenho muito tempo de ler quase nada. Entre uma panela, uma fralda e uma trouxa de roupa pra lavar, leio um pouco a Bíblia. E só.) Anyway, eles lá na livraria  procurando o tal livro e a vendedora que os ajudou a encontrá-lo, deu a Júlia o seguinte conselho: "Shakespeare não se lê em silêncio, se lê em voz alta. Lembre-se que ele escreveu peças para serem encenadas. Shakespeare é teatral. E é muito importante que você leia em voz alta e faça as vozes dos personagens, assim, ficará mais fácil de você entender." Eu achei simplesmente o máximo ela receber essa orientação de uma vendedora de loja  - que fez a diferença.
As livrarias de Houston são ótimas, mas os preços dos livros são salgadinhos. Principalmente pra gente, que não está ganhando e blá blá, blá... vocês já sabem.  Uma alternativa maravilhosa é o uso da Biblioteca Pública de Houston - Houston Public Library. Na verdade, são 45 bibliotecas espalhadas pela cidade, e "tem sempre uma perto de você!!" ( de onde era mesmo esse slogan?) O uso é completamente gratuito. Você pode pegar até 50 livros por vez!! [Eu perguntei umas três vezes pra moça: "Fifteen(15)?" e ela me respondeu as três vezes: "Não! Fifty (50)!!"  - é que eu fiquei escandalizada, gente!] E o melhor: de graça. Só precisa de um cartão magnético - que eles fazem na hora. Tudo que você precisa é de um documento de identidade com foto. Pronto. Você agora tem acesso ao catálogo de todas essas bibliotecas. Em um clique. 
Sim,  clique! Você pode ir no site, fazer a busca no catálogo, procurar o livro que você quer, adicionar ao seu cart (como se fosse comprar on-line), e ainda, ESCOLHER EM QUAL DAS 45 BIBLIOTECAS VOCÊ QUER PEGAR E DEVOLVER. Mesmo que o livro esteja na biblioteca-mais- longe-do-mundo de Houston, eles fazem o livro chegar até perto de você.
Eu e o Chris fizemos nossos Library Cards nas primeiras semanas que chegamos, mas eu ainda não tinha usado o meu. Até chegar a lista de livros da escola da Bia. Chegou pelo correio - eles adoram - uma listinha com 100 títulos(!!!) -  para os pais escolherem de 10 a 20 - e lerem  com seus filhos nas férias. É bom relembrar que são livros para alunos que ainda não sabem ler. Então, é para os pais lerem em voz alta com seus filhos.  Na lista, eles explicam em breves linhas como fazer e também algo que chamou minha atenção: "Para todo leitor, existe um livro, mas nem todo livro é pra todo leitor."  Uns, a criança vai gostar, outros não. Gosto não se discute, nem pra leitura. Por isso, achei interessante uma lista tão ampla: com certeza, de algum a criança irá gostar!
Espero muito que minhas filhas gostem de ler. Estamos fazendo nossa parte, eu acho.
Selecionei algumas fotos da Biblioteca Infantil do Children's Museum (já falei um pouco dele aqui e aqui) . Mas, eu ainda não tinha falado da biblioteca fofa que tem lá. E foi lá que eu peguei 7 dos 100 livros propostos. Ficarão aqui em casa  por duas semanas (posso prorrogar a devolução por até seis semanas). E no final do prazo, posso devolver em qualquer biblioteca, ou ainda, renovar a locação e ficar com eles em casa. 
Fácil. Cômodo.  De boa qualidade. Gratuito. Tô dentro!
P.S.: Já lemos três!!








Estes foram os que eu trouxe pra casa.


Um comentário:

  1. Cris, não sei se você leu o post que eu fiz sobre as bibliotecas aqui, mas são um sonho! Imagino que se aqui em B'ham há uma programação maravilhosa para crianças (com contadores de história, passeios), aí deve ser um espetáculo!

    ResponderExcluir