quarta-feira, 22 de agosto de 2012

As compras, as médicas, as malas e os sapos

Essa semana está cheia de novidades, mas como as coisas andam a mil, estou com pouco tempo para compartilhar tudo.
Fim-de-semana foi tax-free aqui no Texas. Pra quem não sabe, explico: o imposto que pagamos sobre os produtos que compramos nos States é separado do valor total do produto. Ele é uma porcentagem que incide sobre o valor da venda. Então, o valor que a gente vê na peça é o custo "cru" da peça, sem os impostos, diferente do Brasil, onde os impostos estão embutidos no valor que você vê na etiqueta e a gente não sabe quanto a gente paga de imposto, só sabe que é muito. Se no Brasil, resolvessem fazer isso, seria ótimo, o consumidor brasileiro veria EXATAMENTE quanto daquele valor que está pagando se refere a impostos. Não sei por que nossa autoridades não fazem isso... Aqui nos EUA,  o imposto varia de Estado para Estado. Aqui no Texas é de 8,25%. 
Todo esse preâmbulo é pra dizer que fomos fazer nossa festa no outlet , o Houston Premium Outlets. Isso mesmo, é da mesma rede dos outlets de Orlando que são queridinhos dos brasileiros, e não perde em nada para os de lá. E ainda tem uma grande vantagem (além de ser perto da minha casa): é beeeem mais vazio.
Foi programa de mulher, sem crianças ( papai ficou em casa com as pequenas e deu uma folga  pra mamãe, êba!) Saí de sacolas cheias pras minhas filhas. Eu mesma não comprei nada pra mim. Júlia perguntou: "Uai, mãe, não vai comprar nada pra você, não?" "Não, filha...é  assim que as mães fazem.":)
***
Laura adoeceu de novo. Em 4 meses, é a quarta vez. Febre, febre, febre. Corpo ruim, irritabilidade e mais nada. Nenhum sintoma. Febre alta (39,8ºC!!!). Refratária a antitérmicos. Tive que usar Tylenol + Ibuprofeno + Dipirona e ainda assim, ficou febril ( a febre apenas abaixou, não sumiu...) * Dica pra quem vem: traga sua dipirona velha de guerra (aqui não tem). E pra falar a verdade, é o melhor dos antitérmicos!! 
Laura está tão traumatizada com médicos, profissionais da saúde e estabelecimentos, que a gente chega em uma loja ou supermercado diferente , ela já vai perguntando com cara de choro: "AQUI É O MÉCO?"
Quando vai brincar, as bonecas sempre estão com FEBE. E põe termômetro nas bonecas... e examina as bonecas... e dá injeção nas bonecas... e dá remédio pras bonecas... Só disso que a menina brinca, coitada...
Olha "nóis" aqui de novo! Só que dessa vez, achei uma médica brasileira!

Depois desses dias com febre, apareceram olhos inchados, dor na perninha e uma mãe enlouquecida de preocupação quase arrumando as malas pra voltar pro Brasil. Mas aí, surgiu um rash cutâneo (pintinhas vermelhas na pele). BENDITO rash cutâneo! Pelo menos, fechou o diagnóstico: Roseola Infantum, Exantema Súbito, ou ainda Sexta Doença. Os nomes podem parecer feios para os leigos, mas soaram como boa música aos ouvidos da mamãe ( traduzindo = doença benigna, virose auto-limitada, sem maiores complicações). Hoje, já está saltitante, escalante, dançante e pererecante pela casa. Sadiinha da Silva!! E eu, cada vez mais pobre, de tanto médico que pago pra essa menina...( o Seguro Saúde que fizemos, que é o melhor  que tinha  mas não serve pra nada, dá um post `a parte...
***
Para completar: Beatriz com pneumonia. Que sufoco esses dias aqui em casa... As duas meninas doentes. A Bia toda hora pega o "telescópio" pra ajudar a Laura no exame clínico das pacientes delas.. E diga-se de passagem : QUE BOM QUE EU TROUXE MEU ESTETOSCÓPIO também, porque auscultei os malditos crackles e já comecei com antibiótico. Agora, tomara que elas não adoeçam mais, porque o meu estoque de antibiótico e de dipirona ACABOU!!!
***
A Júlia - que estava no Brasil - chegou. (claro, se ela foi no outlet comigo...) Desprovida de malas. Só com a bagagem de mão. Ficou tudo pra trás porque a conexão ficou apertada entre o trecho nacional e internacional e a CIA aérea não garantiu que ela teria as malas a tempo. Então, o pessoal em terras brasileiras achou melhor deixar as malas por lá. A menina chegou com a roupa do corpo. Aliás, pra isso    fomos ao outlet, para dar uma "refazida" no guarda-roupa dela.


 
Júlia chegando no aeroporto
Entre tapas e beijos














***
Segunda-feira começaram as aulas das meninas pequenas, digo, mais novas. Então, semana passada começaram os preparativos. Comprar uniformes, ir nas reuniões, essas coisas ( no meio da confusão da febre, tosse, noites sem dormir, adolescente de volta e etc). A escola da Bia mandou uma cartinha no nome dela. Um cartão assinado pela professora, informando qual seria a salinha dela e dando boas-vindas. Fofíssimo, se não fosse por um pequeno detalhe: ela é da sala dos SAPOS!
Que gracinha este uniforme!
A escola organiza a Primary School (que é o nosso Jardim de Infância) usando o nome dos animais. Tem a sala das zebras, das corujas, das girafas, dos pinguins, dos coelhos... e dos SAPOS!!! Fala sério, né? "Sala dos SAPOS"? Por que não acharam outro animal mais fofinho? Sala dos Golfinhos, por exemplo. Sala dos beija-flores. Sala dos gatinhos. Sala das ovelhas, dos ursos, dos coalas, dos cangurus. Tem tanto bicho no mundo...  Mas, nããão!!  Fizeram uma sala dos SAPOS!!!  Pensa o berreiro que essa menina aprontou!! Quando viu o sapinho desenhado no cartão, aí que ficou inconsolável!
Ela podia ter caído em qualquer das outras salas, qualquer dos outros bichos, MENOS NESSA. Ai, ai...Era tudo que eu NÃO precisava no processo de adaptação. Enfim, passamos a semana inteira fazendo Lavagem "Celebral" na menina, tentando melhorar a moral do anfíbio. Christiano falando que o animal que ele maaaaaais gosta neste mundo é o SAPO! Que o SAPO é a coisa mais linda do Reino Animal. (Eu não consegui mentir desse tanto!) Tudo era motivo pra gente falar que gracinha que eram os sapos! Que fofos! Que saltitantes! Que alegres!  E os girinos? Que cute- cute! Pra ver se diminuia o asco da menina. Eu fui logo dando o choque, e perguntei se ela preferia ter saído na sala das COBRAS VENENOSAS, dos LAGARTOS ou das ARANHAS. Não seria muito pior??? Não seria? Não seria? Mas, de nada adiantou. Ela continuou REVOLTADÍSSIMA em ter saído na sala dos SAPOS! Então, resolvemos não abordar mais o assunto.

***
Laura não está indo a escola, pois ainda está toda empolada e só podemos levá-la quando não tiver mais nada ( é doença contagiosa).
Beatriz teve seu primeiro dia de aula e foi muuuuito bem. Graças a Deus, a professora teve a criatividade de colocar um SAPINHO ROSA com o nome da Bia na porta da sala.( As salas de aula do Jardim de Infância das escolas americanas são umas graças. Eu fico tirando foto de tudo, igual uma retardada. Me dá vontade de ser criança e voltar a estudar ! Tudo lindo demais, muito alegre e colorido.) Quando ela viu o tal SAPO ROSA com o nome dela, ficou toda empolgada! Mudou a carinha! Também tinha uma "SAPA" de pelúcia gigante dentro da sala, com um laço rosa choque maior ainda na cabeça. Valeu mais que todo o nosso discurso, porque ela  passou a amar ser da sala dos SAPOS!

O sapinho que salvou a pátria!
A caminho da escola
***
Hoje a tarde, quando fui buscá-la, enquanto a gente passava pelas outras salas pra pegar o elevador ( a escola  tem três andares e ela estuda no segundo), ela ia olhando com cara de interrogação e me perguntou: "Oh, manhê! Cadê a salas da cobras e das aranhas?"  E eu que não tinha a mínima ideia do que responder ou de como explicar que não tinha sala de aranha nenhuma :  "Devem ser no andar de cima, Bia... Ei!  Olha ali que legal aquele troféu!!"
Salve a inocência das crianças!

2 comentários:

  1. Ai Cris!!!
    que post ótimo... adorei!!!! desta forma vamos nos conhecendo melhor...
    menina tadinha dela... só pela foto me deu um dó...
    eu trouxe muitos remédios do Brasil... e graças a meu bom Deus ainda não precisei ir ao médico.
    Sobre a escola achei bem parecido com a Alemanha (kindergarden) a sala da valentina é do "cavalo marinho"... rsrsr
    Hummm e que delicia essas comprinhas no Outlet (ADORO!!!). Aqui os preços são $$$...
    Fiz um post sobre nosso verão... vai lá pra vc ver (ler...)
    beijossssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Ana! Cavalo-marinho seria bem mais apropriado. Rs!
      Que Deus conserve sua pequena com bastante saúde. Adoecer é uma droga! Ainda mais criança.
      Tô indo lá ver seu post.
      Beijim

      Excluir