quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Lá vem o pato

Estávamos nós cinco `a beira do lago do NorthShore Park. (Essa semana marido está de folga, então resolvemos aproveitar um pouco.)  O lugar é lindo, fica em Woodlands, que é uma cidade aqui perto. Na verdade, é uma comunidade planejada, com condomínios de casas e mansões maravilhosas. Já havíamos estado lá, quando comemoramos 2 meses de América. Resolvemos ir  de novo, porque minha mãe não conhecia, também porque as meninas gostam e a gente sai um pouco do esquema Zoológico-Museu da Criança-Tanglewood Park, que é o pau que rola por aqui...
Enfim, todos lindos (há controvérsias) e  felizes `a beira do lago, curtindo a paisagem. Barquinho pra lá, windsurf pra cá. Eu aproveitei para desenvolver minhas habilidades fotográficas. Lá tem uma luz diferente, não sei...(jura que é fotógrafa!) Mas, enfim, gostei do resultado e com sorte, consigo postar alguma coisa.
Olha a carinha de sapeca!

Momento "inventando-moda".

Bia cuidando da Lalinha, pra ela não avançar lago adentro

Casal de velhinhos fofos passeando.

Estava eu toda empolgada, clicando aqui e ali. As meninas também curtindo a tríade  areia + água + vida selvagem (na verdade, eram  apenas patos...). Elas encantadas com os bichos, jogando pipoca e atraindo uma grande quantidade de novos amigos  e eu, encantada com o jogo de luz e sombra dado pelo horário (fim-de-tarde). Enfim, combinação perfeita. Enquanto eu ia clicando, as meninas se esbaldavam na areia e o Christiano lááááá longe, apreciava os pescadores.


No meio desse cenário de filme,  lá veio um pato... Era aquele lindo, tipo Mr. Cat, sabe? Eu perseguindo o bicho pra tirar foto (aqui, eles são super comuns, mas eu acho lindos, são bem diferentes dos nossos patos brasileiros...) e até consegui tirar essa aqui:



Eu só sei, que do nada, o pato enfezou com a gente. Eu não sei o que houve: se ele não gostou de ser fotografado ou se estava de olho na nossa pipoca... sei lá.  Só sei que o bicho partiu  com tudo pra cima de mim e da Laura e me deu uma baita de uma bicada (Ainda bem que foi em mim).  Eu levei o maior susto, imagina! Sendo atacada por um pato! Infelizmente, eu não soube controlar a situação com a calma requerida e a Laura assustou demais. Ficou o tempo todo com medo do pato. Justo ela que é tão amiga dos animais... Pato mau...

Laura então começou a repetir o refrão:  "Eu não gosto de MacDonalds! ( =Pato Donald,  =Patolino, = qualquer pato...) Eu não gosto de MacDonalds!" E chorava...

O resto do passeio foi Laura correndo de medo dos patos, passarinhos e até dos esquilos. Ela não quis saber de ninguém. Quando estávamos indo embora ela se aproximou de um pato parecido com o dito cujo e com o dedo em riste, arriscou uma bronca:
"Pato malvado! Meu pai vai te colocar de thinking time."(= castigo)

E a Bia, dona da razão (e não muito adepta de aventuras), com toda a sabedoria dos seus 3 anos e meio, completou o dia:
"Bem que eu avisei pra gente ir no Museu da Criança..."

2 comentários:

  1. Caraca Tchu.... hahahahah choro de rir dessas suas filhas.... saudade de vcs.... bjos

    ResponderExcluir
  2. Keila, elas são uma diversão mesmo. Ainda bem, porque pelo trabalho que dão, pelo menos são engraçadas! Kkkkk

    ResponderExcluir