terça-feira, 25 de setembro de 2012

Mudaram as estações

Sou um pouco mais otimista que Renato Russo. Não acho que nada mudou. Pelo contrário, muita coisa mudou.  Mudou, por exemplo a ordem das estações. Quero dizer, a ordem continua a mesma, mas inverteu tudo. Deixa eu explicar melhor:
No Brasil, agora é Primavera, certo? O calorzinho chegando (ele algum dia foi embora??), o perfume das flores, as abelhas fazendo mel, coelhinhos saltitantes (como se tivesse coelho "selvagem" no Brasil), essas coisas. Aqui, no Hemisfério Norte, quem chegou foi o Outono. A temperatura amenizou,  os dias estão mais curtos, as noites mais longas, os furacões estão mais sossegadinhos, as folhas começam a amarelar e em breve, cairão. Tem gente que não sabe, mas as estações são diferentes nos dois hemisférios.  Enquanto aqui é Verão, aí  no Brasil é Inverno.  Enquanto aí é Primavera, aqui é Outono. Isso acontece pelo eixo de rotação da Terra, que ora está inclinada com o Pólo Norte mais próximo do Sol ( Verão no Norte/ Inverno no Sul), ora está com o Pólo Sul inclinado em direção ao Sol (Verão no Sul/ Inverno no Norte). www.discoveringthelonestarstate.blogspot.com  também é Cultura. E aula de Geografia.

***

Alguém me disse que uma pessoa americana ao saber que as estações eram "trocadas"  na parte Sul do mundo, perguntou em que mês estávamos vivendo no Brasil... Tenta explicar alguma coisa pra uma criatura dessa!!

***

Na terra de onde venho,  temos simplesmente duas estações: a da seca e a das águas, ambas muito quentes.  Eu particularmente, divido as estações em Goiânia em duas :  Muito quente e "quinzena da Pecuária".  Muito quente dura o ano inteiro com exceção da "quinzena da Pecuária", estação em que podemos tirar nossos casacos e botas do armário e dar uma passeadinha com eles, de leve. (Até meio-dia, porque depois disso, esquenta de novo. E fica a gente morrendo de calor até chegar a noite).

Pensa em dependurar uma marmota dessa na sua casa!


***

As cores do outono estão por todo o lado. Tons e mais tons de amarelo, laranja e verde, com predomínio absoluto da cor laranja. Os supermercados já estão abarrotados de decoração para o Outono (lembram que eu falei que eles são empolgados com esse negócio de decoração? No Natal é tudo de Papai Noel e Rudolph, até as roupas e os brincos... Eles curtem mesmo essa coisa sazonal. Então, aqui tem guirlanda de Outono, também. Várias opções de tamanhos e estilos nas lojas... É a  época da colheita, época de muitos frutos (lembra do Primário? Primavera= Flores/ Outono=Frutos - nunca observei isso na vida, era só mesmo uma coisa de livro... Mas, aqui, as estações são bem definidas e bem diferentes entre si.) Por ser a época da colheita,  é uma época em que se vêem espantalhos decorativos - pra fazer alusão aos de verdade, que eram colocados no meio dos campos para espantar os corvos. Mas, o que tem mesmo são muitas, muitas abóboras, de todos os tamanhos e estilos ( de verdade e de mentira). Outono aqui é = abóbora.

As benditas!


***

Os alunos do curso de Francês da Júlia ficaram escandalizados ao saber que franceses comem sopa contendo abóbora. Pra eles, abóbora só faz coisa doce. Nada de refogado de abóbora, que convenhamos, não é mesmo uma coisa muito gostosa. Eles tem uma folia com  pumpkin pie (torta de abóbora) uma semi-adoração com a bendita da abóbora nessa época do ano, que eu estou louca para experimentar, só pra ver se é essa coca-cola toda, mesmo. Meu sexto-sentido diz que não... As abóboras que aqui eles idolatram,  lá em casa chamamos carinhosamente de "arremariahomi"...  [Meu avô, que é muito engraçado, apelidou as abóboras assim. Quando chegava em casa todo empolgado, perguntando pra minha avó o que tinha para o jantar (esperava ele ter carneiro, arroz com lentilha ou charuto, como bom árabe que é) e ela respondia que tinha abóbora, ele exclamava "Arre Maria, Homi!"] Pois, então, vovô, aqui estamos na estação das arremariahomi! Elas estão por todo lado. Sugiro que não venha nos visitar no Outono, se quiser fugir delas...

***

Também é época de Halloween, e tudo se enfeita com as coisas típicas dessa festa (se é que bruxa, zumbi e gato preto  a gente pode chamar de enfeite) . Não tenho uma opinião muito definida a respeito, mas meu sexto sentido (o mesmo que me diz que pumpkin pie não é essa coca-cola toda) também me diz que essa é uma festa que eu não gostaria de celebrar. Tem as crianças bonitinhas e tal, doces por todo o canto, mas bruxarias e caldeirões, definitivamente, não são coisas que me encantam.

Espia que trem mais horroroso!


***

Também tem o peru.  Ah, como eles gostam de peru... Não o país sul-americano, se é que vcs me entendem. Peru glu glu. Diferente do Brasil, onde só comemos no Natal,  aqui é uma carne muito comum e apreciada o ano todo.  Desde as famosas Turkey legs da Disney ao peito de peru pra sanduíche. Aqui em casa, consumimos bastante. Tem a carne de peru moída que é bem menos gordurosa que a carne vermelha, tanto que eu faço todos os meus pratos que usam carne de gado moída usando a tal carne de peru. Dia desses, até quibe assado de peru eu fiz! Nem dá pra perceber que não é carne de vaca. Mas, voltando: no Outono, o peru adquire uma importância ímpar na mesa do americano, pois também é a época do Thanksgiving, feriado de ação de graças  que acontece em Novembro, onde o peru é o prato principal (ao lado das abóboras, claro), mas isso merece outro post quando chegar mais perto.


Olha aí o quibe de peru! 
***

Pra celebrar as mudanças, e comemorar uma nova estação, tenho a dizer que as meninas vão felizes da vida pra escola. Na verdade, Laura mais feliz do que a Bia e a Júlia.  Sim, a Laura que chorava igual porco capado, agora vai toda sorridente. Segura a lancheira e vai dizendo: Eu não vou chorar, tá bom mamãe? E não chora, mesmo. Também tenho pra comemorar que as crianças pararam de adoecer. Graças a mudança do clima, mas principalmente `as orações de todos - gente do Outono e da Primavera - aproveito pra agradecer! Os mosquitos Culex também deram uma trégua (a cidade estava infestada deles,melhor dizendo, todo o Texas. Morreu muita gente de West Nile Fever no finzinho do verão. ) Aliás, abre outro parênteses: Ô terrinha pra ter mosquito! Você pensa que chegou na beira do Araguaia,  mas está em Houston, mesmo. Uma das minhas maiores decepções com os Estados Unidos: achei que aqui não tinha mosquito... Já vou avisando, quem quiser vir pra cá motivado unicamente pela falta de mosquito, pode ir desistindo, aqui é a terra do mosquito, do pernilongo e da muriçoca! A família toda! A diferença é que não tem nennhuma dentro de casa, elas são muito respeitadoras, hehehe... (Só do lado de fora, mesmo. Sempre saímos com repelente a tiracolo nos passeios outdoor.) Enfim, com a chegada do Outono, os mosquitinhos sumiram.(diminuiram)- e eu estou celebrando isso também.  Porque niguém merece sair da terra da dengue e morrer de West Nile virus ...Christiano tirou a carteira de motorista e é agora, um Texas driver oficial. Eu passei na escrita, mas ainda não marquei a prova prática.  17 anos dirigindo e estou com medo de fazer a prova... O inglês das meninas está cada vez mais intenso, e a Bia tem inclusive preferido falar  em inglês, mesmo dentro de casa. (Aquele momento em que você percebe que terá que ensinar o português, porque o inglês está sendo assimilado muito rapidamente...) Interessante ver as meninas se envolvendo nas tarefas da casa. ISSO TAMBÉM É DIFERENTE!!!

Laura ajudado aqui
Bia ajudando aqui.
Cadê a foto da Júlia ??


***

A chegada do Outono traz consigo uma outra mudança que tem sido difícil de digerir : minha mãe vai embora daqui a 10 dias. MINHA MÃE VAI EMBORA DAQUI A 10 DIAS!!! Já estou tentando me acostumar, ela tem ficado muito tempo nas aulas dela ( de 8 as 2 da tarde) e tenho tentado fazer as coisas como se ela não estivesse aqui. Mas, quando ela chega da aula, me dá uma ajuda danada,  e essa ajuda, além da presença dela em si, vai fazer muita falta.  Eu estou com aquela sensação de quem está pra se formar .  Faltando 10 dias pra formatura, a gente só pensa: Gente, daqui a 10 dias sou médica! Socorro! Será que vou dar conta? Não vai ter professor nenhum pra pegar na minha mãozinha! E se eu errar!! Não vai ter niguém pra assinar pra mim! O carimbo vai ser meu! O CRM vai ser meu! O que eu vou fazer agora? Pois é. Essa sensação. Só que sem a alegria da formatura. 
MINHA MÃE VAI EMBORA, GENTE! SOCORRO! SERÁ QUE VOU DAR CONTA? A CASA VAI SER MINHA. A COZINHA VAI SER MINHA! O QUE EU  VOU FAZER AGORA?
Essas perguntas não querem calar e são a parte triste do meu Outono...





***

ERRATA DO POST ANTERIOR:

1. Já li mais de 30 livros esse ano, se considerarmos "Pigs make me sneeze" " I broke my trunk", "Listen to my trumpet", "Today I will fly" de Mo Willems e "Hello, Baby", "Time for Bed" , "Ten little fingers and ten little toes"   de Mem Fox, dentre outros tantos livros que leio todos os dias pra minhas pitchucas.
2. Também já sonhei em ser vendedora de boutique,  fazendeira, professora de cursinho, estilista, veterinária, professora de inglês, dona de loja real, dona de loja virtual, pintora de tela, escritora, dona de escola,  empresária, poetisa, fotógrafa,  farmacêutica, e por aí vai. Ninguém aí pensou que eu sonhei em ser só aquele pouquinho de coisa, né? Só pra ficar claro.
3.Não, nunca sonhei em ser blogueira, mas essa é a minha ocupação do momento. Não remunerada, mas muito prazerosa (como tudo que tenho feito no momento, principalmente no quesito não-remunerada).
4. Andei inventando sim, uns pratos diferentes, como salada de repolho roxo, sanduíche de salmão,  o tal quibe de per e  bolo de banana (olha que diferente!) entre otras cosítas más.

Sanduíche de salmão preparado por moi.



P.S. : Consertei os settings do blog para que todos consigam comentar (era uma queixa generalizada dos meus milhares de leitores. Espero que todos fiquem felizes com isso! Um blog se alimenta dos seus comentários... e este  está em estado de subnutrição crônica.
Inté!


14 comentários:

  1. oi flor....você dará conta sim... tenho certeza...
    Acho que a deixar de ficar trsite não terá jeito... eu choraria até no seu lugar, adoro meus pais e adoro ficar perto deles..
    Eles irão vir pra cá no ano que vem... :)

    Menina aqui também tem muita abobora nesta época do ano... MUITA!!!
    suas meninas são lindas... a mais velha é lindíssima hem... que sorriso!

    Agora pergunta de "ignorante"como é o inverno aí? faz frio nesta região?? chega a nevar? pois Ivan falou pra mim que achou Austin muito quente e que lá não nevava...

    Sabe que tenho uma cuiriosidade também, como é os estudos aí? quero dizer caro? barato? de graça?? digo isso, por que aqui na Alemanha é de graça quase tudo... menos o Kindergarden... mas depois dos 6 anos (acho) não pagaremos mais nada...

    bom, beijãoooo... adorei o post
    PS.: vou testra agora o lance das letrinhas.... : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou mesmo sofrendo com a ida da minha mãe. Agora, falta menos de uma semana!! Socorro!
      O inverno aqui não é tão rigoroso, acho que não chega a nevar, mas faz frio abaixo de zero, o que já é rigoroso o sufuciente pra mim!!
      A escola aqui só é pública a partir dos 5 anos completos, ou seja, ainda não é pra mim. As pequenas estudam em escolas particulares, que não são nada baratas na cidade e na região onde moro... A Júlia vai pra escola pública, que é a melhor High School da região.
      espero que tenha respondido as suas dúvidas!
      Beijão!

      Excluir
  2. Deu certo Cris.... :)
    Não pediu mais.... muito melhorrrrrrrrrrrr
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Mais uma vez muito legal !!!
    Essa ai é minha gente !!
    Super escritora !!
    Post de rolar de rir !
    Olha quanto ponto de exclamação no meu conentário!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dindo!!!!!
      Adoro ver você por aqui!!!!!
      Obrigada pelos elogios!!!!
      Ganhei de você nos pontos de exclamação!!!!!!!!!!

      Excluir
  4. O iPhone surtou... Essa ai é minha irmã gente!!!
    E o comentário é com M viu iPhone?! Kkkk
    Bjs pra vcs !!!

    ResponderExcluir
  5. Tchuuu, adoro ler seus posts, assim mato um pouquinho as saudades! Vc deveria virar escritora e largar esse negócio de medicina!Vc vai ficar aí pra sempre???? Saudades! Super beijos pra toda a família, e tenho certeza que se vc gritar beeem alto sua mãe volta correndo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, que bom ter você aqui! Ler seu comentário deu uma saudade danada...
      Eu bem queria ficar aqui pra sempre, mas só se eu ganhar na mega-sena americana. Se Medicina já estava dando pouco $$, imagina agora que sou só blogueira... Mas, quem sabe?
      Beijos!! Apareça sempre!


      Excluir
  6. Cris (olha a íntima! kkk), me sinto íntima pois há tempos acompanho seu blog. Mas nunca tinha conseguido comentar, eu queria dar um jeito de te avisar que eu não conseguia mas não tinha como! hahaha Adoro o jeito como você fala das suas filhas! Você é um exemplo de mãe e tanto! Aqui em St Louis (MO) não temos mosquitos! êêê! Pelo menos nunca vi/senti nenhum. Estamos até perto uma da outra não é?! Adorei esse post enorme!! Dia desses fui fazer um post pro blog e me confundi dizendo que aqui era primavera tb. kkkk Depois consertei. Morava em Teresina (Piauí) antes de vir pra cá e te garanto que lá é bem pior que Goiânia. Eu não podia nem ter botas, só se fosse pra viajar mesmo. hahaha Costumamos dizer que temos duas estações lá: uma quente e outra mais quente ainda! hahaha Vou comentar sempre agora! Vamos aproveitar cada estação né?! Quanta novidade! Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, Carolina! Ou Carol?
      Pode me chamar de Cris, sim. Muita gente me chama assim!
      Pois então, Teresina é pior que Goiânia no quesito "quentura". Mas St Louis é melhor que Houston no quesito "mosquito"! Rsssss!
      Aqui, graças a Deus está começando esfriar! ADORO! Finalmente, vou poder usar botas e casacões!!!
      Beijos!

      Excluir
    2. Carol!! hahaha Imagina quanta novidade pra mim que só usei bota uma vez na vida quando viajei!? kkkk Bjs

      Excluir
  7. Respostas
    1. Roberta! Is that you?
      Agora que virou blogueira, apareça aqui com mais frequência!
      Beijos!

      Excluir