sábado, 13 de outubro de 2012

Pollyana revoltada.

B - Manhêêê!!!Buáááá - Lá vem a criança média gritando desesperada.

M - O que aconteceu, Bia? Calma, para de chorar.
B - A Laura bateu na minha cabeça com a colher de cozinhar (colher de pau)
M - Laura, minha filha, é verdade, isso?
L -  dá um sorriso tão grande, que chega a fechar os olhinhos, confirmando a acusação da irmã.


B - Manhêêê!!!Buáááá - Lá vem a criança média gritando desesperada.
M - O que aconteceu, Bia? Calma, para de chorar.
B - A Laura jogou água no meu rosto.
M - Laura, minha filha, é verdade, isso?
L -  dá um sorriso tão grande, que chega a fechar os olhinhos, confirmando a acusação da irmã.


B - Manhêêê!!!Buáááá - Lá vem a criança média gritando desesperada.
M - O que aconteceu, Bia? Calma, para de chorar.
B - A Laura mordeu meu nariz!
M - Laura, minha filha, é verdade, isso?
L -  dá um sorriso tão grande, que chega a fechar os olhinhos, confirmando a acusação da irmã.




Chego na sala, está Laura em cima do sofá (não no assento, na parte superior do encosto) fazendo movimentos com os braços como se estivesse batendo as asas, pronta pra alçar vôo.
- Laura, minha filha o que está fazendo?
-  Uai, Voando, mãe.
- Minha filha, você não sabe voar, sabia?
- Clalo, mãe! Sou pequena ainda! É só de mentilinha. ( como se fosse voar, quando ficar adulta)

Todos os dias, a professora da escola da Laura anota como foi o dia da criança na escola. Se ficou feliz ou triste, se ficou ativa ou quieta, se comeu pouco ou  muito, se prestou atenção, se revezou com os coleguinhas, essas coisas. São as Toddler Tales.  Na anotação de ontem, segundo a professora, Laura não prestou atenção durante todo o período do Circle Time, é quando a professora canta musiquinhas, apresenta as letrinhas e atividades do dia.) Motivo: Ficou fazendo posições de YOGA enquanto a professora dava o conteúdo. Quando cheguei ara buscá-la, a professora me contou essa história. Pensa na fofura de uma criança de 2 anos em posições meditativas no meio das outras crianças, enquanto a professora tenta dar aula. Não teve jeito, ficou de "time out."  Mas, a professora teve que segurar pra não rir.

Laura inventou agora que não quer comer carne, nenhum tipo. Virou vegetariana.
M=  Isso é frango, Laura. Frango não é carne.
L= Não?
M= Claro que não.
L = Então, tá! Nhoc.

Essa noite, somos acordados as 5 da manhã por uma criança aos berros.
 - Ligu ale, Ligu ale - Laura gritava.
 E eu, sem entender, achando que ela estava misturando português e inglês ( ela tem feito isso)
- Ligu ale, ligu ale!
- O quê minha filha?
- Tá calô, ligu ale!!
Empacotei tanto as meninas, com medo de passarem frio, que a menina acordou de calor, me pedindo pra ligar o ar condicionado!



Nenhum comentário:

Postar um comentário