sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Festas, festas e mais festas


Eu achei que outubro seria meio negro, por causa das bruxas e coisa e tal. Mas o que vivemos  nesses dias contrariou minhas expectativas. Muita festa, muita abóbora, muito doce. E todo mundo feliz!





Vou contando aos poucos. 
Dia 24 teve festa aqui no condomínio, com concurso de fantasia e sorvete. Festa americana, gente, festa americana... Beira da piscina, cada um na sua mesa, uma mesa de sorvetes e doces e o povo fantasiado. Nenhuma música ( não pode, são regras do condomínio). Hora pra começar e hora pra acabar. Mas, as crianças se divertiram. Receberam sua sacola de doces, participaram do concurso e fomos embora.
Dia 27, teve o Fall Fun Festival na Methodist Bellaire. As meninas não foram fantasiadas, mas tinha muita criança de fantasia. Apesar de ser um festival de outono, a decoração incluía algumas jack-o-lanterns e fantasminhas...Pula-pula, pipoca, algodão doce, limonada eram free. Algumas coisas eram vendidas, tinha almoço chinês e uma feira de pães e bolos (Bake Sale) além de uma grande feira de móveis e coisas usadas (Garage Sale). Tudo para financiar projetos de expansão missionária. Os jovens por exemplo, estão indo pras Filipinas e estavam lá vendendo marshmellows por 25 cents.

Dia 28, festa na Bering Drive. Essa é a escola da Lala, mas a festa era da escola e da Igreja, então, não chamava Festa de Halloween, e nem foi no dia oficial. Mas, tudo muito parecido. O sistema foi Trunk or Treat, ao invés de Trick or Treat, com carros com porta-malas enfeitados e cheios de doces., As crianças iam passando e pegando doces. Mais uma vez, tudo de graça, passeio de trenzinho, zoológico de pequenos animais, palhaço e pula-pula. Também tinha uma banca de pumpkin decoration, muito disputada entre as crianças. Todas queriam decorar abóboras. O trem é mágico, gente, eu já falei!
Ah! E Estava um frio de matar goianos. Uns 5 graus.  


 


Dia 31, o dia oficial do Halloween, a escola da Laura fez a festinha só das crianças. O tema foi Arca de Noé. Todas as crianças deveriam ir vestidas de animais. ( Umas mães retardadas  mandaram os filhos de Minnie Mouse, Spider Man e Capitão América. Tinha que ter!) Desfilaram em volta da escola (uma Parade, como eles dizem) e depois a professora reuniu todos na Chapel e contou a  história do dilúvio na presença dos animais. Muito fofo. Todos queriam estar na Arca. E agora, o que fazer com Minnie Mouse, Capitão Américae Cia limitada?? Tem mãe que não pensa... Arruinaram a história, mas tudo bem.



 




Quarta-feira também foi o dia do Concurso da Abóbora da Bia. Conforme o prometido, aí estão fotos da nossa abóbora! Todo o processo foi bem legal, levei as meninas no Walmart, pra esolherem os brilhinhos, fitinhas e coisinhas ( como é  mesmo o nome de "coisas para artesanato"? existe um nome ou é simplesmente "coisas pra artesanato'"?). Enfim, brilhinhos, fitinhas e coisinhas que fariam nossa decoration. Fiz minha vasta pesquisa na internet e resolvemos fazer uma princesa.: Princess Pumpkin! 
Eu não sei quem se divertiu mais, se fui eu ou se foram as meninas. Quero dizer, eu sei: fui eu!! Realizei um  grande sonho ao empregar "limpadores de cachimbo" pela primeira vez na vida em nosso projeto. Quase não contive a emoção!!! Quando eu era criança, a gente tinha a coleção Mundo da Criança. Eram 12 volumes, cada um com um tema. Um dos livros era sobre artesanato - supostamente para crianças, dado o nome do livro.... Mas, em todo mísero projetinho eles estavam lá: palitos de picolé, cola branca e  limpadores de cachimbo. Aí, a gente pulava esse projeto, porque, assim... limpadores de cachimbo niguém tinha. Mais umas páginas, outro projeto super legal: pratos descartáveis, fita adesiva, canetinhas de colorir e ... limpadores de cachimbo. Bom, esse também não dava pra fazer. Enfim, não preciso dizer que NUNCA consegui fazer nenhum projeto desse livro, porque os limpadores de cachimbo eram im-pres-cin-dí-veis para qualquer coisa que se quisesse fazer. O era isso ou era o tal do mata-borrão. Ahmm??? Papéis picados, rolo de papel higiênico, cola colorida, alguns botões e mata-borrão! Fala sério.  Que diacho é mata-borrão? Traumatizei...

Voltando ao nosso projeto super legal com abóbora e limpadores de cachimbo:  No final do trabalho, eu olhei pra nossa Princess Pupmpkin e disse: "Parla!" Martha Stewart era pouco pra mimMe senti o próprio Michelângelo. Muito orgulho! Fotografei de vários ângulos, como vocês podem ver. Lá fomos nós levar nossa abóbora.




Vejam a criatividade das outras mães. Nossa princess ficou lá, no meio do Mike Azalski, da Carruagem da Cinderela, do Elmo, de uma dálmata bombeiro (cujo chapéu ficava  na cabeça do dono e não na abóbora) , de uma aranha supersimpática e umas coisas abobrais monstruosas não-identificadas




Mais festa: acabou a aula da Bia, o concurso das abóboras (todas as crianças ganharam um pequeno prêmio), e fomos nós pra festa da First Baptist.  Essa festa se chamava Hootenanny party (mais uma vez, nada de Halloween). A  decoracão era toda country, palco com música country, grupos tocando banjo, humor com caipiras, essas coisas. Tinha muita opção, festa imensa. Pinturinha facial, pula-pula, zoológico, trenzinho, payground, shows, concursos e muito mais. (Pareceu propaganda de carro-de-som, mas tudo bem. Leia de novo e ponha um som aí na sau cabeça pra ver: Pinturinha facial, pula-pula, zoológico, trenzinho, payground, shows, concursos e muito mais. ). 
A comida era paga, mas todos os brinquedos e atracões eram de graça.
Laura cansou de ser porco e quis ser princesa também.  By the way, por que todo mundo achou que ela era uma ovelha?? Ovelha rosa, gente?





Ao chegar, todos recebiam um bracelete fluoresecente com um versículo: Vós sois a luz do mundo. Tamanho de criança e de adulto, todos usaram durante a festa. 
Todas essas festas foram  de entrada livre, com notável participação de voluntários das igrejas, tomando conta dos brinquedos, fazendo pipocas, ou dando doces nos porta-mals dos carros. 
Fechamos o dia 31, indo de porta em porta com as crianças para pedirmos os doces. Mais uma vez: não sei dizer quem se divertiu mais, quero dizer, eu sei...
Saíram com os baldinhos vazios, Laura sem entender muito, achando que ia pra praia...




Mas, na primeira porta, ela entendeu!  Mandava um "Twick all tweet! " (trick or treat da dona Cebolinha  americana) e  ia enchendo a capanga... A foto acima foi da casa preferida. A própria Branca de Neve que deu os doces. Uma verdadeira reunião real!!


Final do dia, depois de concurso de abóbora, festa country, fantasia de porco, de princesa, arca de Noé e ainda mais, depois de de andar  7 blocos e 180 apartamentos,  o balanço foi esse: baldinhos lotados, crianças felizes, pai e mãe quebrados...


12 comentários:

  1. Imagino como deve ter sido bom! Vivendo na pele outra cultura! E as meninas como se sairam?! E a Julia, nao fantasiou de bruxa tb ?? Kkkk
    Beijos e Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Júlia não quis ir, infelizmente, Não foi falta de chamar. Achou mais legal ficar em casa, trancada no quarto, ouvindo música e curtindo internet... Fazer o quê??

      Excluir
  2. Lindas! Americaninhas! Eu acho que eu tb ia adorar tudo! E o limpador de cachimbo? Posta fotos! KKKkkk Elas estão lindas! Espero poder ir no natal e reencontrar todos. Bjos

    ResponderExcluir
  3. Nena, o famoso limpador de cachimbos são os cabelos cacheados da nossa abóbora!! Eles são tão comuns como "coisas de artesanato", que nem são mais chamados limpadores de cachimbo. São sticks não sei lá o quê... Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Adorei!!! Quarta feira tbm nos divertimos, Isa adorou pegar os doces. Foi só alegria. Amanha tem mais, Fall Festival na escola da Isa, e assim vamos,, festas e festas rsrsrsr. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lega viver isso, né Vivian? Também curti muito.
      Bj

      Excluir
  5. Cris, que delícia hein? A única coisa que eu custo a entender é tanta competição, mas acho ótima a programação que eles fazem para as crianças :)

    ResponderExcluir
  6. É verdade. Minha filha de 3 anos saiu toda tristinha por não ter ganho o prêmio do concurso da fantasia. Nós explicamos pra ela que tinha ganho a fantasia mais assustadora e a dela era de Bela. Sei que temos que aprender a lidar com as frustrações desde cedo, mas achei que 3 anos ainda está cedo demais para explicar que tinha uma fantasia melhor... Quanto ao concurso das abóboras, todos ganharam o prêmio por criatividade. Certificado igual pra todo mundo. Rssss

    ResponderExcluir
  7. Cristiane, já vi que vocês aproveitaram bastante o Halloween :-) Mas é assim mesmo, quando as festas incluem crianças, não são nada assustadoras. As festas pra adultos é que tem decoração mais tradicional com bruxas, vampiros e afins. Você me perguntou lá no blog sobre o Charlie Brown e sua turma e o Pumpkin Patch, eu respondi mas não sei se você viu. Tem um desenho especial do Charlie Brown chamado “It’s the great pumpkin, Charlie Brown” que passa na TV há 40 anos na época do Halloween. É um clássico, todos os americanos conhecem! http://en.m.wikipedia.org/wiki/It's_the_Great_Pumpkin,_Charlie_Brown

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Luciana! Obrigada pelo retorno e pelo comentário aqui no blog! Seja bem-vinda e volte sempre.

      Excluir
  8. Cris!
    que delicia.... quntas festas!!!!! nossa...
    aproveitam bastante, afinal de contas estamos com tempo para cultivar e cuidar dos filhos...
    Acho essa competição saudavel... é bem estilo americano de ser.... rsrsr
    beijossssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal, né, Ana! Estou curtindo muito. Em breve, post sobre Thanksgiving!
      Bj!

      Excluir