sexta-feira, 30 de novembro de 2012

San Antonio and Fredericksburg

Como já disse no post anterior, Thanksgiving é o feriado mais família da América. Infelizmente, nossa família está longe, então nosso Thanksgiving não foi tipicamente americano. Quero dizer com isso que não tivemos um grande banquete com todas as comidinhas e a reunião de avós, tios e primos, em volta de uma mesa enorme. Seria maravilhoso, mas não foi dessa vez. Fomos nós cinco pra San Antonio por quatro dias. Que bom que temos uns aos outros! A minha intenção era a de participar da Boat Parade no Riverwalk.  Não consigo explicar muito bem, mas seria como Amsterdam e Veneza ( guardadas as devidas proporções). A cidade é "cortada" por esses canais, um nível abaixo das ruas, já falei sobre isso aqui. Pois bem, essa era a minha intenção. Passar os dias nos parque (Sea World e Six Flags) e na noite do Black Friday, assistir a tal parada. É como se fosse um desfile de carros alegóricos, só que de barcos. Todos enfeitados com motivos natalinos. Alguns com coral, eum deles com o próprio Papai Noel.  E nesse dia, também acontece oficialmente a iluminação da cidade - prédios públicos- e da árvore. Mas, infelizmente, ninguém quis ir - :(  - então, não posso dizer se presta ou não...


Depois de passar o dia na Sea World, ninguém mais quis ir no Six Flags, nem na tal Parade  - o frio estava de lascar, as meninas estavam cansadas, com fome.. . Então fomos dois dias seguidos ver a Shamu e os golfinhos. Muito bom o passeio, extremamente recomendável. Essa é a terceira Sea World que conhecemos e podemos dizer, com segurança, que não perde em nada para as outras ( de Orlando e San Diego). Passeio imperdível  pra toda a família! Mais uma vez, compramos o annual pass, que dá direito ao ano todo. Então, se alguém resolver vir nos visitar, podemos ir pra San Antonio de novo e passar mais um dia com a população marinha.
Abre parêntese : a melhor parte de morar em um país em que você não conhece ninguém (quase ninguém), é a de você poder sair com 5 cm - ok, estou exagerando - de raiz de cabelo sem pintar!  Não que eu me orgulhe disso, mas não teve jeito! Não tive tempo de pintar os cabelos, minha cabeleireira oficial está no Brasil( e hoje, inclusive é o aniversário dela. Parabéns, mãe!!) Então, tive que acionar minha cabeleireira extra-oficial, cuja identidade vou proteger para não levar muita bronca, mas ela não achou um tempinho pra mim na agenda dela super-atarefada-não-sei-de-quê . E lá fui eu, com meus 5 cm de raíz de cabelo preto, branco, e o resto marrom, chocolate, com pontas amarelas e laranjas. Outono na cabeça! Literalmente, exceto pelo preto e branco. Ódio! Pra completar, esqueci o shampoo e condicionador, e tive que usar o do hotel (pensa! aqueles trocinhos mirrados, 2 em 1). Resolvi radicalizar. "Marrei" um lenço na cabeça. Juro!! Me senti uma louca varrida, de cabelo sujo e mal cuidado.  Olha, eu não sou a pessoa mais vaidosa do mundo, mas também não me considero relaxada. Sou  até bem equilibrada. Mas, no momento que eu fiz meu penteado a la Africa, eu vi que meu caso está sério... Aí, olhei pras minhas unhas que há 6 meses não vêm esmalte  e vi que a cutícula já cobre quase metade da unha. Bom, nem vou falar que olhei pras pernas, porque no momento, me recuso.  Chegando em casa, a primeira coisa que fiz foi pintar as madeixas, não se preocupem. Lavando roupa, desarrumando mala, fazendo comida, dando banho em menino (=criança) e pintando cabelo. Minha hairdresser finalmente se compadeceu!! Louca-varrida é pouco pra mim. Fecha parênteses. 
Olha a minha situação!
Um dos pontos altos do show é quando a baleia joga água no povo sentado na Splash Zone.
Tomei um banho que "quase" me deixou de mau-humor.
Além da SeaWorld, também fizemos os passeios típicos nas lojinhas do centro, no coreto, no Álamo, La Vilita e  etc. San Antonio, devo dizer novamente, é um excelente destino para a família. Muita coisa pra fazer, muito lugar bacana para comer, passeios tranquilos e charmosos. Na praça central, ficam carruagens enfeitadas que fazem o tour pela cidade, as meninas queriam ir, mas achamos meio carinho ( 60 dólares por 20 minutos). Também tem bondinhos (trolleys) que fazem um tour maior, como aqueles ônibus de Nova York e Paris ( mais uma vez, guardadas as devidas proporções, por favor!! Não quero comparar as cidades). Na verdade, parecem mais com os bondinhos de Lisboa, porque são oldfashioned, estilo início do século XX.  Dessa vez, jantamos no The County Line, a beira do rio (Riverwalk) e gostamos muito. Tenho foto de tudo, maaas, vou postar só as do iphone, pois ainda não passei as fotos da máquina. 
 A resolução está péssima, mas é pra mostrar que  a Laura aprendeu a piscar !!
The Alamo

Outro passeio ótimo são as cavernas. Elas ficam a umas 35-40 milhas (60 km) do centro de San Antonio, mas compensa muito. Inicialmente, achamos que não era muito apropriado para crianças - e realmente não se compara a um parque de diversões. Mas, todo o mundo aqui leva os filhos pra baixo e pra cima. Museus, cavernas, lojas, parques. As crianças estão sempre com os pais, porque, entre outros motivos,  não tem com quem deixar... E até que as crianças se comportaram bem! Difícil foi subir quase 150 degraus com criança no colo, mas, mais uma vez, sobrevivemos. 

"The Cave without a name" - esse é o nome da caverna


Depois disso tudo, ainda fomos a Fredericksburg, uma cidadezinha super charmosa, colônia alemã, com  tradição em vinhedos, restaurantes finos e lojas de produtos artesanais (traduzindo = caros) e comidas alemãs.  O nosso tempo era curto e  só deu pra passearmos pela praça, tirarmos algumas fotos e andarmos nas lojinhas.  A umas 15 milhas da cidade, fica a casa/fazenda do ex-presidente Lyndon Johnson (o que assumiu depois da morte de John Kennedy) e ela é aberta a visitação. Estava tendo um festival alemão lá, com pessoas vestidas com trajes típicos, mas chegamos tarde na cidade, não deu pra gente ir. Definitivamente,  Fredericksburg é um lugar que eu gostaria de voltar, mas só com Dr. Marido, para para um passeio romântico nos vinhedos... e ficar em uma das várias e charmosas pousadas B&B (bed and brakfast). Fica pra próxima! A cidade estava toda enfeitada para o Natal, tudo muito fofo. Mas, a essa altura, o iphone estava sem bateria, as fotos estão na máquina. Assim que eu animar a arrumar meus arquivos - quando, gente?? - eu posto. Prometo!


Os dias foram ótimos, a Bia está até hoje querendo voltar.  Chegou em casa chorando : Eu quero dormir no Hotel, buáááá!! Todos os dias ela quer ir pro hotel. E olha que ficamos num Red Roof Inn - o mais simprizim que tinha. O que ela gostou foi ficar todo o mundo junto, em um quarto só, ela dormindo comigo em uma cama, a Júlia com o Christiano na outra e a Laura no bercinho (teoricamente). Tudo junto e misturado! Tem coisa melhor?
Inté!

2 comentários:

  1. Oi Cris! nossa adorei seus passeios... as cavernas são ótimas!!! criança deve mesmo adorar, Valentina iria com certeza...
    E aí irão ficar no Natal por aí????
    Vamos para o Brasil agora dia 18!!!!
    Já fiz meu post de Natal, vai lá depois....
    E ótimas festas pra vocês!!! e um ótimo NOVO ano pra TODOS nós nesta vida diferente... e interessante né Cris?!
    beijossssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do passeio por essas bandas dai
    Tudinho muito bom, mas o tal de "Friederikesburgui"... nao me ve de novo nao !!! hahaha
    Beijo pras meninas e abs pro menino.

    ResponderExcluir