segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Índios, lobos e a tempestade

Aos meus leitores, em especial aos meus pais e irmãos, um pouco de descontração nesses dias de tempestade.

Lembrando sempre que M=mamãe, P=Papai, J=Júlia, B=Bia, L=Laura e V=vovó.


Laura vai dar uma colherada na comida e está quente.
L= Hot, mommy, Véui hotSópa pa mim?
M= Ok, vou soprar bem forte. ( E faço aquela cara de quem vai soprar beeem forte. Umas três vezes eu soprei a comida, enchendo bem o peito de ar).
L= (olhando pra mim com a cara mais desconfiada do mundo); Mãe?? Você não é o lobo mau, né?

***


B= Mãe, vou ser um "índio" nesse Natal!!
M= Ahm?
B= Um "índio", mamãe. Na peça de Natal da escola.
M= (Gente! Será que é inclusão racial no teatrinho de fim-de-ano ou minhas filhas estão confundindo as tradições? Laura já resolveu que no Outono as abóboras são na verdade,  cebolas;  no Thanksgiving ela resolveu que a ave celebridade é o Pinguim e não o Peru... O que será que a Bia quer dizer com "índios" no Natal?)
M= Bia, índios são no Thanksgiving, honey.
B= Nãããão, mãe. Vou ser índio no Natal. A professora que falou!
M= Certeza?
B=Um hum. "Índio" com asas! Vamos cantar uma música.
M=(Isso está ficando cada vez mais estranho...) Bia, fala devagar.
B=ín-dio,  ên-dio, ên-dio...
M=Ahmmm!  É angel!! Você vai ser um angel! ( agora, sim, tudo fez sentido)

***

"Aconteceu que, num daqueles dias, entrou ele num barco em companhia dos seus discípulos e disse-lhes: Passemos para outra margem do lago; e partiram.
Enquanto navegavam, Ele adormeceu. E sobreveio uma tempestade de vento no lago, correndo eles o perigo de naufragar. Chegando-se a Ele, despertaram-no, dizendo: Mestre, Mestre, estamos perecendo! Despertando-se Jesus, repreendeu o vento e a fúria da água. Tudo cessou, e veio a bonança.
Então, lhes disse: Onde está a vossa fé? Eles, possuídos de temor e admiração, diziam uns aos outros: Quem é este que até aos ventos e `as ondas repreende, e lhe obedecem?

Lucas 8: 22-25


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O verdadeiro






O clima de Natal - que é maravilhoso - é meio perigoso, também. Torna-se fácil nos perdermos em tantas tradições, e isso realmente acontece. Toda a magia, o cheiro, renas e pisca-piscas podem ofuscar o verdadeiro sentido da coisa. Como assim, você pode estar se  perguntando? Aliás, me perguntando. Bem... Natal  não é a noite do Papai Noel, não é a noite do peru e da comida boa. Natal não é o dia de trocar presente e nem é o dia de vestir roupa de festa. Natal não é nem a festa da família. (Não me batam, por favor...) Apesar de ser tudo isso também,  e isso é bom - Natal é um aniversário! E nem é nosso...  É o dia de celebrarmos "Deus conosco", o nascimento de Jesus. E os preparativos devem ser para Ele. É claro que Ele merece nossa festa e nossa alegria, merece famílias unidas e confraternizações. Mas, será que Ele entra em todas as comemorações? Tenho certeza que não!  Ele esta `a porta... e bate! Não invade, apenas bate. Se alguém abrir, Ele entrará. Do contrário, não forçará entrada...  Em algumas casas, Ele entra como convidado. Por menos de 2 minutos, durante um Pai Nosso rápido e automático. E a gente segue,  comendo e bebendo, conversando e trocando presentes... Cantando musiquinhas lindas e com a casa enfeitada. Mas, nem assim, será Natal...

Que neste tempo de espera - que chamamos de Advento - possamos curtir o que a temporada oferece,    com todos os seus sabores e cores. Que possamos demonstar amor por nossa família ( grande presente de Deus pra nós!). Mas, que acima de tudo, possamos olhar para Aquele que é o Maior presente de Deus... Não são nossos pais, nem são nossos filhos! Nosso Maior presente é a peça central do seu presépio. É o Deus do Universo ter aceitado se limitar a uma criaturinha frágil e pequena, em uma noite fria, no meio dos animais, em uma manjedoura. Ter aceitado viver uma vida plenamente humana, sofrer e morrer ( e ressurigir no terceiro dia)  Por amor.  É nisso que acredito. E este pra mim, é o verdadeiro Natal.


Vejam o vídeo; a música é linda e a tradução está abaixo.



Siga a estrela para um lugar inesperado
Será que você acredita, depois de tudo que planejamos,
Uma criança em uma manjedoura?
Humilde e pequeno, mais fraco de todos
Improvável herói, envolto em manto de sua mãe -
Apenas uma criança -
É este que nós esperávamos?  Porque ...

Quantos reis desceram do seu trono?
Quantos senhores abandonaram seus lares?
Quantos grandes se tornaram pequenos por mim?
E quantos deuses derramaram o seu coração
Por amor de um mundo que está dividido em pedaços
Quantos pais deram os seus filhos por mim?

Trazer nossos presentes para o recém-nascido Salvador
Tudo o que temos, seja caro ou modesto,
Porque nós acreditamos.
Ouro para sua honra, e incenso para o seu prazer,
E mirra para a cruz que ele vai sofrer
Você acredita?
É este que nós esperávamos?


Quantos reis desceram do seu trono?
Quantos senhores abandonaram seus lares?
Quantos grandes se tornaram pequenos por mim?
E quantos deuses derramaram o seu coração
Por amor de um mundo que está dividido em pedaços
Quantos pais deram os seus filhos por mim?


Apenas um fez tudo isso pra mim

Tudo para mim ...
Tudo para você...




segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Clima de Natal

   A decoração do Halloween desapareceu no início de novembro. Tchau, bruxas e fantasmas!  As abóboras persistiram mais um pouco ( é amor demais!) e duraram até o Thanksgiving. Ainda tem uma aqui e outra acolá... Os perus foram adicionados `a paixão abobral,  com status de superstar. Mas, teve seus dias contados: foram apenas 15 minutos de fama para prestigiar a figura simpática da ave mais adorada da América ( não era a águia??). Com o Thanksgiving, o peru atinge o apogeu do seu papel de celebridade, mas depois disso, some do mapa. Então, depois de meses trocando a decoração da casa, da cidade, das escolas... finalmente chega a melhor época do ano: Natal!! Tudo então é decorado no mais alto grau de profissionalismo. Saem bruxas, abóboras e perus - nessa ordem - e entram luzes, árvores, bonecos de neve, Papai Noel, elfos, trenós e todo o aparato natalino!!  Eu inventei de entrar no clima "Faça você mesmo" (DIY), porque, vocês já sabem, era parte dos meus planos ser uma pessoa mais jeitosa com artefatos caseiros. Não é que está até dando certo?











Aparecem  eventos com a temática pra tudo quanto é lado. Muita coisa acontecendo em parques, em shoppings, teatros, museus, fundações, empresas, igrejas... O Zoológico de Houston por exemplo, está com um espetáculo de luzes, o Zoo Lights. Oficialmente, a inauguração da temporada natalina é logo após o Thanksgiving. Mas, desde setembro, as lojas já têm produtos de Natal para vender.  Pense numa quantidade de coisa! Aliás, não pense! É inimaginável... Fico lembrando da minha sogra o tempo todo, do tanto que ela ia amar isso aqui... Papai Noel de tudo que é jeito, Presépios de luzes, neve de mentirinha, antena de rena para os carros, enfeite  de árvore de todo tamanho e estilo,  guirlanda idem, renas e elfos de todos os jeitos... enfim,  todos os apetrechos possíveis. No Black Friday ( que é a sexta-feira que segue o feriado do Thanksgiving), o país inteiro começa então a iluminar-se e  a encher-se com aromas, sabores  e cores do Natal. As casas, as ruas, (as pessoas!!) tudo fica decorado.  Abaixo, confiram a decoração da porta do nosso querido vizinho. Imaginem como está a casa por dentro!!






















Esse será nosso terceiro Natal na América, mas o primeiro como moradores. Eu amo, amo, amo, essa época - em qualquer lugar do mundo. Mas, aqui...é diferente.! É vivido com mais intensidade. Minha parte preferida são as músicas, que eles chamam de Christmas carols. As rádios tocam versões e mais versões de Jingle Bells, Rudolph the red-nosed reindeer, Here comes Santa Claus e etc.... As minhas preferidas são os hinos: Joy to the World, Oh, come all ye faithful... e tantas outras, que fica até difícil escolher.
Pessoal cantando a cappela ( sem nenhum instrumento, apenas vozes) nas ruas da Sea World.
(Se você   quer ouvir um pouquinho, aqui vai o link da radio que gosto e que está com a programação de Natal 24 horas no ar: http://www.ksbj.org. Tem radio online com)

Adoro as festividades, e já estivemos em várias delas. Como aqui não tem neve, não teremos aquele Natal branquinho. Mas, quem não tem cão... caça com gato! Nos Holidays events que fomos, todos tinham pista de patinação no gelo, e muita, mas muita neve artificial. Guerrinha de neve, tobogã de neve, essas coisas pra criançada se divertir um pouco,  já que, infelizmente,  There are no white Christmases in Houston (não existem Natais brancos em Houston). É uma música bem divertida e a cara do Texas.


Vale tudo pra entrar no clima: neve fake, suéter de Rena, gorro de Papai Noel, brincos de árvore de Natal ou de bonecos de Neve.


Acho que vou levar esse lindo colar! O que acham??

Meninas no Museu da Criança, colocando seus pedidos especiais para o Natal


Os aromas e sabores são bem diferentes do Brasil. Na verdade, não tão diferentes, mas (muito) mais intensos. As tradições natalinas brasileiras são, na verdade, importadas da América. Efeito globalizacão, gente. Ou Hollywood, sei lá.! Eu não vou entrar no mérito da questão,  porque adoro eggnog ( bebida natalina típica a base de ovo - parece nojento, mas é delicioso!), cookies de todas as espécies (são tipicamente americanos, ou seja, tradicionais o ano todo, mas no Natal é demais!), gingerbread cookies ( bonequinhos de cookie com gosto de pão-de-mel), peppermint mocha ( café com gosto de menta), candy cane (bengalinhas de doce). Amo árvore de Natal, luzes de Natal e tudo o mais. Gosto de beber apple cider bem quentinho e Hot chocolate. (São bebidas e comidas típicas de Natal)  E claro, gente: Panetone!  Chocotone Bauduco, com chocolate Hersheys, que não são tradicionais aqui, mas eu achei!!! Graças a dicas de amigas brasileiras que vivem aqui. Thank you girls!


Ah! E os cookies devem ser preferencialmente feitos em casa. Olha eu aí de novo na produção artesanal!!





Eu gosto de viver intensamente essa época do ano, com todos os detalhes. Eu sei que o sentido não é esse, mas também não acho que seja pecado comemorar essa grande festa que é o nascimento de Jesus, porque este é o aniversário mais especial do mundo!!Afinal, Jesus is the reason of the season! Mais detalhes sobre isso no próximo post! Por ora, mais um pouco da nossa decoração!

















Eu disse que não teríamos árvore esse ano, afinal, tenho todo os apetrechos no Brasil e não queria comprar outros. Teve jeito não. Bem que eu tentei economizar... mas as pequenas fizeram taaaanta questão, que compramos uma árvore. Resolvemos fazer alguns enfeites ( O ritmo DIY tomou conta da casa). Vários dos enfeites foram feitos por mim e pelas meninas, e alguns foram comprados ( vocês não acham que fizemos esse Santa Claus aí, né?)



sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Para Beatriz, nos seus 4 anos


Filha, 
Você ainda não pode ler isso, mas no ritmo que vai, rapidamente vai conseguir. (Também pudera, pra seguir o pique da sua escola, já lemos mais de 60 livros nos últimos 4 meses...) 
Dia 5 de dezembro você fez 4 anos. E para registrar esse dia especial, escrevo essa pequena declaração. Você é pra mim, a mais bela resposta de oração. Você é fruto de súplicas, dias de choro, noites em claro. Você fez aumentar a minha fé e esperar pelo que eu não via, e já não me parecia possível. Quando todos diziam: "pare de tentar", eu me fortalecia,  trazendo `a memória o que me podia dar esperança... Por você, aceitei o improvável, lutei com forças que não eram minhas...Você é um presente especial dos céus pra mim. Trouxe pra mim um novo tempo, um novo sorriso, novas possibilidades.  Depois de cinco "nãos", você é o meu "sim"!! Todo esforço, toda perda, toda dor... valeram a pena! Com sua vida, Deus atendeu as minhas preces, enxugou as lágrimas dos meus olhos e me trouxe honra, mais uma vez, provando Sua fidelidade. Por sua causa, experimentei Deus de perto... E você, de alguma forma, parece saber disso,  porque, ainda pequenininha, é tão sensível `as coisas do alto!  Tudo que diz respeito ao Reino dos Céus te encanta, mas ao mesmo tempo, te parece natural.  Ah! Minha florzinha... você é definitivamente aquela que traz alegria! Obrigada por existir, por ter vindo fazer parte da nossa vida. Obrigada por ter trazido a mim, o dom de ser mãe, novamente. Princesinha da mamãe, que Papai do Céu te abençoe e te guarde, que tire todos os seus medos, que te faça crescer saudável, que te faça se sentir amada. Ah! E que Ele melhore seu sono, minha filha!! Você é minha Cinderela, minha média, meu anjo... minha doce Bia! Te amo!

Festinha na escola: almoço especial  pra Birthday Girl- Happy Meal, um bolo e docinhos brasileiros.  

Presente!

Parece que você e a Barbie usam o mesmo tamanho...

Amores!

E vovó Tatá recém-chegada do Brasil!



Cookies, docinhos, bolo e coisinhas de Cinderela.

Depois de duas festas de uns 30 dólares ( ambas), e uma convidada internacional (vovó Tatá), sabem o que a aniversariante disse?

"It was the best birthday party ever!"
E quem dirá que não foi?


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Preciosas Promessas

" Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem ao vosso Pai que está nos céus."

Mateus 5:16


domingo, 2 de dezembro de 2012

Rapidinho

Hoje vai ser um post vapt-vupt, só pra dizer que finalmente criei coragem de prestar a prova de volante e... passei! Êêêê!! Então, desde o dia 30 de novembro, sou uma "Texan driver" oficial, e não preciso mais usar a carteira do Brasil. Êêêê!!! Fechando novembro com chave de ouro, também encerrou-se a temporada de furacões. Êêêê!! Dezembro finalmente chegou "para a nossa alegria",  e entre outras coisas, minha mãe também chega essa semana. Êêêê de novo! Toda a minha família vem para o Natal e iremos todos para Orlando: meus pais, meus irmãos, seus cônjuges e filhos. Êêêê mais uma vez! Como vocês podem ver, estou mega empolgada com a melhor época do ano. Hoje, vamos tirar a foto oficial do Natal, coisa bem americana mesmo. Family picture com todos enfatiotados! ( Se você não sabe o que isso quer dizer, cheque no dicionário, porque  eu não fiquei louca não, a palavra existe. )
Pra encerrar este post rapidinho, e pra que vocês não me abandonem devido a recorrente escassez de posts nas últimas semanas, comunico que, em breve, farei um post sobre a minha primeira atuação teatral em inglês! Aguardem!