domingo, 31 de março de 2013

Happy Easter

Aí que a pessoa decidiu deixar a máquina fotográfica no carro, pra não perder mais nenhum clique.
Aí, a pessoa foi empolgando, tirando 1358 fotos, avançando na técnica, na fotometria, no enquadramento ( já disse que fiz curso de fotografia? pois é, não parece, mas fiz!).
Aí, a pessoa resolve passar as fotos pro computador, pensando em fazer um post super bonitinho com as coisas lindas da Páscoa americana. Aí, a pessoa percebe que perdeu a máquina. Aff! Que coisinha mais previsível. Não sei onde deixei, foram tantas aventuras.
Teve piquenique em um dia lindo de "primavera"( um frio lascado, vento idem, quase morremos "intanguidos" , mas o dia estava lindo, sim!)
Teve Egg Hunt na escola das crianças.
Teve cookies com formato de coelhinhos, ovos e cruzes. Eu que fiz e decorei. Fotografei, mas cadê/ Snif! Abre parêntese : como é feriado de Páscoa, muita coisa aqui faz alusão ao tema central - Jesus, a cruz, etc. Ganhei uma cruz de chocolate, mas a princípio, me pareceu bem estranho comê-la! Comi pedindo perdão, vai que é pecado... Fecha parêntese.
Teve camping com amigos, em um lugar maravilhoso chamado Lake Livingston.
Teve parque com as crianças.
Teve dia de mulherzinha - estou aprendendo a costurar! Acredite se quiser... (Tudo parte do projeto "como ser uma típica dona-de-casa americana. Me julguem...)
Cada história dessas dá um post inteirinho, especialmenete esse último item. Tudo muito escrito e ilustrado, mas... cadê a máquina???
Eu nunca gostei daquela máquina. Sabia que ela ia aprontar isso comigo, mais dia, menos dia. Sumiu, a danada! Então, o jeito foi ficar com as fotos que eu já tinha passado pro PC, antes do sumiço da infeliz. E acrescentar umas fotinhas de celular - é um caso de extrema urgência! Porque hoje eu não poderia deixar de escrever, com foto ou sem foto. Feliz Páscoa pra todos vocês! Que nós possamos lembrar do alto preço que foi pago por Jesus Cristo, ao morrer por nós naquela cruz. Experimentou a morte, pra que nós pudéssemos desfrutar da Vida. Ressurgiu ao terceiro dia (é isso que comemoramos hoje), pra que nós pudéssemos ter esperança de vida nova, não somente após a morte, mas Vida aqui e agora. Em abundância.  E isso é o que desejo pra todos os meus amigos : Vida pra mais de metro!! E agora, vou indo, que tenho uma peça pra encenar. #amomuitotudoisso


Meninas pintando ovinhos - tradição norte-americana (na verdade, tradição em todo o Ocidente no Hemisfério Norte.)





Dias depois da minha empolgação com a primavera e os 30 graus Celsius...

Piquenique de Páscoa no dia mais gelado do ano ( exagero, eu é que não estava com roupa apropriada para o frio...)


  Camping em Lake Livingston -TX. Fantástico!!

Vestidinho que eu fiz pra Bia - acharam que era brincadeira, né? 



quinta-feira, 21 de março de 2013

De volta com as Preciosas Promessas

" O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam."

Isaías 58. 11

quarta-feira, 20 de março de 2013

Primavera feelings

De repente...30! Não, não é a minha idade (faz 5 anos que isso não é verdade pra mim). Estou falando da temperatura. De repente 30 graus ( não achei a bolinha...por extenso é bem melhor, não acham?) E estou falando de graus Celsius, só pra deixar bem claro.
Foi assim, de repente, de um dia pro outro,  ou da noite pro dia, como preferirem. Só sei que foi de repente, não mais que de repente, que ao invés de ligarmos o aquecedor, ligamos o ar-condicionado.
Há algumas semanas pensei em tirar fotos da paisagem de inverno, com as árvores tão secas, mas tãããão secas, que pareciam mortas. Resolvi fazer as fotos hoje. Mas, de repente, as bichinhas brotaram. Assim, num passe de mágica, nos galhos secos de uma árvore qualquer, onde ninguém jamais pudesse imaginar, o Criador fez uma flor a brotar. Lá, lari, lá, lá....
Só porque é primavera...
Hoje é oficialmente o primeiro dia da Primavera no Hemisfério Norte. Sei que tem lugar nas Américas que  ainda está nevando e nas Zoropa também.  Só lamento, e me solidarizo com minhas amigas blogueiras de terras geladas, porque aqui, a primavera chegou com gosto de gás.  Estreou hoje com jeito de Oscar, tapete vermelho e tudo mais. Chegou arrasando. E eu não consegui tirar as fotos da paisagem seca, porque, assim, em um "clique", a paisagem não estava mais lá.
Ao menos, eu pude clicar alguns momentos primaveris. ( #juraqueéfotógrafa, #mejulguem, #quemnunca)
Dizem que aqui em Houston, as estações são:
QuaseVerão, Verão, AindaVerão e Natal!
É mais ou menos assim, mesmo. Não temos neve quase nunca e o inverno não é gelado ( a mínima que pegamos esse ano foi -2 graus Celsius e isso não é muito frio pra eles, embora seja congelante pra gente). O outono é agradável e a Primavera é quente. O Verão é insalubre. Tipo assim: 43 graus na sombra.
Mas, os meus olhos de brasileira conseguem enxergar a magia do Primeiro Dia de Primavera.
E isso foi o que eu cliquei hoje e resolvi compartilhar com vocês.


Um leve verde-claro que já começa a ser percebido no meio da "galhada"


Achei lindas as folhinhas bebês!Awnnn!!


 Essa fileira de arbustos foi toda podada depois que perdeu as folhas. Os galhos finos foram todos retirados e elas ficaram assim, cotós...




Mas, olha aí o milagre da Natureza - vai crescer tudo de novo






Os passarinhos voltaram a cantar. A cidade está cheia deles!


Isso aqui não é sujeira. É puro pólen! Os carros amanheceram assim. Por isso a Primavera é também a temporada dos alérgicos...


Sei que faltaram flores nessas fotos, afinal elas que são as personagens principais da estação, mas foram fotos rápidas no meu curto tempo livre de hoje. Decidi que, a partir de hoje, vou deixar a máquina no carro e ir  fotografando tudo que achar interessante. Assim, não perco mais nada. Quero dizer, corro o risco de perder a máquina! Hahahaha! Mas, uma coisa é certa: foto do iphone aqui no blog... nunca mais! (salvo casos de extrema necessidade!)


sábado, 16 de março de 2013

Heróis

E já dizia Bertold Brecht: "Pobre do país que precisa de heróis." Talvez ele quisesse dizer que um país deveria ter heróis antes que haja uma necessidade de sua presença. Alguns dizem que a falta de heróis ma História do Brasil chega a causar uma carência nacional. Mas será que é o nosso país que nuca teve heróis ou o nosso povo que não lhes dá seu devido valor?
Se paro pra pensar na palavra "herói" no contexto em que se enquadra o Brasil, alguns nomes já me vêm `a cabeça. Talvez, para uns, não seja tão fácil enxergar nossos heróis, porque eles não voam, não tem visão a laser, nem salvam o mundo. Eles são muito mais que isso. São de carne e osso e, cada um com seu próprio dom, tem um jeito de nos salvar por dentro. De heróis na política até heróis na música, na poesia e nos esportes. Não se fala em herói nacional sem falar de Tiradentes, Pelé, Ayrton Senna.
Acontece que nossos grandes heróis estão todos no passado, em uma idade áurea, de certa forma, vivida algumas décadas atrás. Não se pode deixar de lado que toda geração precisa de seus heróis. E eu me lamento ao ver os heróis da nossa geração. MC não-sei-o-quê, participante de BBB e personagem de novela. Não é que não existam heróis. Ministro Joaquim Barbosa é um exemplo de herói que o Brasil precisa. O problema são as prioridades do cidadão brasileiro, que vêm se invertendo com o passar do tempo. É dar importância ao que de fato não tem valor algum. E nessa onda, Messi  toma o lugar de Pelé, Justin Bieber ultrapassa Tom Jobim, e Joaquim Barbosa? Quem é mesmo Joaquim Barbosa?

Julia Tuma


Com muito orgulho, publico hoje o texto da minha filha Julia, que, em um dia desses sem nada pra fazer, resolveu deixar o iphone de lado uns minutinhos, refletir um pouco e mostrar que tem sangue correndo em sua veia literária.



sexta-feira, 8 de março de 2013

Eu ando consumida pela rotina. Não de uma forma  totalmente negativa, mas muito presente (não é essa a definição de rotina? algo super presente?) A loucura das horas que passam tão rapidamente não tem permitido com que eu me dedique `as coisas que eu realmente amo: minhas leituras, minhas meditações,  minhas orações, minhas ideias mirabolantes na cozinha, meus textos. Um verdadeiro esquema escola-cinema-clube-televisão na sua versão doméstica na casa dos 30( e tantos) tomou conta e  me persegue diariamente. E, quase não notei, mas hoje é um Dia Especial. 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Planejei um texto lindo, mas não saiu.  Minha inspiração está como meu gnocchi de ontem: desandou.  Melhor não arriscar .
Deixo para minhas leitoras o texto de alguém que é escritor de verdade.



Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece
Viver e amar
Como outra qualquer
Do planeta
Maria, Maria
É o som, é a cor, é o suor
É a dose mais forte e lenta
De uma gente que rí
Quando deve chorar
E não vive, apenas aguenta
Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca
Maria, Maria
Mistura a dor e a alegria
Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida....
(Milton Nascimento)
Feliz Dia Internacional da Mulher!