domingo, 26 de maio de 2013

Misturinha


Frases misturadas que me fazem rir,  e que nem  tenho vontade de corrigir, confesso. 


B - Mamãe, me empresta a cisoura? ( cisoura= tesoura + scissors)
*
L- Mamãe, eu quero pão com sem manteiga.
M- Com ou sem, Lala?
L - Com sem.  (=sem, mas com sem faz mais sentido pra ela, por causa do without...)
*
B - Mamãe, onde Jesus foi nascido, mesmo? (was born)
 *
Laura - Mamãe, compra uma pinta?
M= Ham??
Laura- Uma pinta mamãe, uma pinta purple pra pintar nosso quarto! (pinta=paint + tinta)
*
B - Mamãe, para de ficar deitada, você está parecendo uma presilha.
M - O quê?
B - Uma presilha, ué. Aquele bicho que fica lá no alto nas árvores e dorme o dia todo.
A - AH! Preguiça!
Obs 1. : Em minha defesa, eram 6:45 da manhã de um domingo.
Obs.2: Não sei que língua ela misturou aqui, porque preguiça em inglês é sloth ( o bicho) e lazyness (o estado real de preguiça)
*

Mamãe, hoje não quero comer com colher, quero comer com garfork! (Garfo + fork)



Fala se não dá vontade de morder uns trenzim desse?


14 comentários:

  1. Ai meu deus que lindeza e que esperteza! Muito perspicaz nas associações!

    Me lembro da época de faculdade (Letras) quando estudei várias teorias sobre bilinguismo e alfabetização em duas línguas, mas naquela época (não que eu seja assim tão velha, rs) tudo era apenas teoria, era uma realidade muito distante. Mas hoje em dia morro de amores quando vejo as crianças bilingues, filhas de amigas, passando por essa fase tão lindinha!
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estudei um pouco também, não profissionalmente, mas, "curiosamente." Mas, `as vezes, faço tudo diferente do que leio. Rsss!
      Uma delícia experimentar esses momentos.
      Beijos!

      Excluir
  2. Aiiii adoro essas frases misturadinhas delas...
    Valentina tem as dela também, corrijo mais acho uma graça... rs
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fofo demais, né, Ana? Experiência maravilhosa essa de crescer com duas (ou mais) línguas. Se tudo der errado ( tomara que não), isso já fez valer a pena.
      Beijos

      Excluir
  3. Alfabetização dupla deve ser bem complicado, né?

    Kisu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bia está começando a ler ( a de 4 aninhos). EU me derreto toda, mas de vez em quando tem confusão sim. Os gibis em português tive que tirar do alcance, porque ela estava confundindo os sons, e como eu não sou nenhuma profissional do assunto, não sabia muito o que fazer. Vou deixar ela ser alfabetizada em inglês, por quem entende do negócio( já começou, aliás). Daqui uns anos, ela fará português e será alfabetizada em português também. Esses são meus planos.
      Beijos

      Excluir
    2. Vai com calma na alfabetização. A minha menor sofreu pacas. Tinha recém alfabetizado no Brasil. Daí caiu numa escola bilingue... espanhol e inglês. Quase piramos. Até hoje, de volta ao Brasil, ela faz confusão.
      Deixa ir uma língua de cada vez, acho que é melhor. Pitaco de quem não é especialista. Mas que sofreu com isso.

      Excluir
    3. Isso que estou pensando, mesmo. Deixa primeiro ir o inglês, que já começou e aí com uns 7 anos, começa o curso de português. Talvez 8. Sem pressa. Só quero que ela também leia português, mas não precisa ser correndo...
      Bjs e obrigada pelo pitaco!

      Excluir
  4. Own... que fofo!
    Lembrei das minhas quando moramos fora. Eram capazes de mixar português, espanhol e inglês na mesma frase. Mas não misturavam palavras assim, talvez por serem maiores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas também misturam muito dentro da frase. E 'as vezes se justificam: Mamae, é porque eu não sei como fala isso em português. Aí, eu ensino. MAs que é fofo, isso é!
      Bjs

      Excluir
  5. Ah, mas eu nao corrijo MESMO!!! Por mim ela vai fazer 15 anos falando assim.

    A filhinha de uma amiga minha fala: mãe, vem livrar prá mim?
    Livrar - ler um livro, claro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AH, que lindo! Adoro os neologismos. Tenho alguns aqui também! Rsss
      Bjs

      Excluir