terça-feira, 30 de julho de 2013

Só dá ela

É porque julho é o mês dela e o mês está se acabando. Então, deixo pra vocês algumas pérolas da minha pequena.

L- Mamãe hoje a gente assistiu o filme do Falauel e tinha blood everywhere!
(Qual o nome do filme?? Moisés! Falauel é o rei do Egito, claro.)


L-Papai, que tal você fazer um "mamá toddy" bem natulalzinho??
P- ( com um sorriso enorme, achando lindo o "que tal")Vou fazer, Lalinha.
L-Papai, papai. O quê que é "tal'?


Laura faz um comentário fofo sobre qualquer coisa.
M- Oh, Inocência da mamãe!
L- Buáááá.
M - Q foi, Lala?
L- Eu não quelo ser a Inocência. Quelo ser a Pocahontas!

A(amiga da família) Laura, você sabe que dia é hoje? ( era 4 de julho)
L= Seeeeeii!
A= Que dia?
L= Fourth of July.
A= E vc sabe o que comemoramos hoje?
L= Seeeei.
O Dia das...  O Dia das...  O DIA DAS PRINCESAS!!!

E quem sou eu pra dizer que não?


segunda-feira, 22 de julho de 2013

Happy Birthday, Laura!

Pra quem ficou curioso no post anterior, aqui vão os detalhes:
Laura fez 3 anos no dia 16 de julho, com direito `a caixa de presente que ela tanto pediu. Dentro, coloquei coroa e acessórios de princesa, incluindo uma escova pra cabelo da Ariel que ela tinha visto uns dias antes e era mais um objeto de desejo. Acompanhando a caixa (também de princesa), mamãe comprou um  balão de hélio que completou a alegria da criança.


Outra exigência da aniversariante foi um bolo de arco-íris. Tinha que ser de arco-íris, não servia de outro jeito. Então, lá fui eu procurar no Pinterest como é que se fazia um bolo de arco-íris ( já que ela foi tão boazinha nos pedidos, eu tinha obrigação moral de realizá-los. ) Coloquei uns balões na parede, uns enfeites na mesa e cantamos parabéns.





Depois disso, fomos ao Build-a-Bear, uma loja onde você faz o seu bichinho de pelúcia. Você escolhe o bicho que quer ( coelho, macaco, urso, pônei...), pega ele murchinho, sem espuma nenhuma dentro. E vai passando por estações para "dar vida" ao seu brinquedo. Coloca coraçãozinho dentro, enche de espuma, dá banho e escolhe a roupa e os acessórios. E tem acessório pra ninguém botar defeito. O bicho sai de lá custando umas 100 pila. Sai com certidão de nascimento e tudo. Muito bonitinho.


Todas as três ganhariam o bicho que escolhessem.
Abre parênteses. Digo, as três,  porque até Miss Tenager queria um. Ela, na verdade,  tem trauma de infância por causa dessa loja,. Quando a atual adolescente tinha uns 10 anos de idade, estávamos passando o Natal na Disneyland- CA e ela pediu demaaaais pra gente deixar ela fazer um urso desse, mas nós, pais sem coração, não demos na época. Em nossa defesa, se a gente fosse dar tudo que ela pedisse, precisaríamos alugar um avião pra voltar pra casa. Moral da história: ela carrega o trauma de não ter ganhado o tal urso, e nós, a culpa de não ter dado... Meus primos que presenciaram a injustiça há uns 7 anos atrás, resolveram dar pra ela um urso de presente há uma semana, quando ela voltou a California depois desses anos. Então, ela acabou comprando só uma roupinha pro urso que ela já tem. Fecha parênteses.
A Laura quis um carro pros ursos e acabou ganhando também.




Depois, teve jantar especial com direito a Happy Birthday no Cheesecake Factory.
E não para por aí.

Sexta-feira, dia 19, fiz uma festinha na escola.
A festa na escola funciona assim: a mãe leva o almoço das crianças e oferece aos coleguinhas neste dia.  E só.  Pode ter bolo, de preferência cupcake  E mais nada de doce. Não costuma ter decoração, balão, docinho, lembrancinha, nada. Tem que seguir o padrão: verduras, frutas, leite ou suco, proteína. Então, nada de salgadinhos ou coisas diferentes para os padrões americanos. Tem que levar o que eles comem normalmente ( pode até ser pizza, desde que tenha tb frutas e vegetais) Não pode refirgerante, claro. E nem acender a vela do bolo ( risco de incêndio). Mesmo com todas as regras, acabei fazendo uma decoraçãozinha - com a devida autorização da secretaria da escola e montei uma sacolinha pras crianças,
Me disseram que nuca houve festa tão chique na história daquela escola...
Foram três anos bem comemorados. Tudo simples, mas feito com muito amor.
















 O aniversário é dela, mas o presente Deus deu pra mim. Obrigada, Jesus, pela vida da Laura.

 Viva a Lalinha!!




quarta-feira, 17 de julho de 2013

Presente de aniversário


M=Lalinha, o que você quer  ganhar de aniversário?
L= Um pesente!
M= Eu sei, Lala. Que presente?
L= Uma caixa.
M= Eu sei, amorzinho. Mas o que você quer dentro da caixa?
L= Uma caixa, mamãe. Uma gift box!
M= Entendi. E o que dentro da gift box?
L= Nada. Só a gift box.
M= Mas, Lalinha. Tem que ter alguma coisa dentro, porque a caixa é só uma caixa.
L= Ahhh! Então, quelo um balão.

Como não amar??

P.S.: Ontem foi aniversário da caçulinha mais gostosa do eixo Brasil- EUA.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Preciosas Promessas

As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque suas misericórdias não têm fim, se renovam a cada manhã!

Lm 3:22,23

Uma boa semana a todos, cheia do amor de Deus!

sábado, 6 de julho de 2013

Happy Independence Day

Fourth of July. Este é o feirado mais comemorado do ano pelos americanos. Só perde mesmo pro Natal. Esse ano, passamos o dia com amigos em um evento de um condomínio numa cidade nos arredores de Houston - os famosos "suburbs". Não, não tem nada a ver com a nossa ideia de subúrbio. Pelo contrário, são condomínios de casas em um ambiente arborizado, com ampla infra-estrutura que são o cenário da típica american way of life. Está distante de Houston mais ou menos 30 minutos.
A programação foi intensa o dia todo. De manhã, parada, brinquedos infláveis pra criançada, face painting, passeio de trenzinho. Toalha de piquininque no chão, todo mundo a caráter, cachorro quente e sorvete. De tarde, churrasco brasileiro, porque a independência é dos Estados Unidos, mas a comida boa, vai me desculpar, é do Brasil, mesmo.
Pra encerrar, queima de fogos - dessa vez, de camarote. Acho que já virou tradição!






Uma das minhas filhas não queria tirar foto.
Porque pagar mico é comigo mesmo.



O moço da pinturinha `a caráter. Coitado, devia estar assando!

A típica barraca de cachorro quente do grupo de escoteiros.




Beatriz garantindo seus adesivos patrióticos

As mães também quiseram participar.


Churrasco no parque.  Um pouco de Brasil nos Estados Unidos

Meninas vestidas para assistirem os fireworks!


Happy Fourth of July, folks! ( Foi anteontem, mas ainda está valendo!)