sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Back to School - Volta `as aulas- parte 2



Vou tentar resumir algumas das diferenças entre o sistema educacional escolar americano e o brasileiro. Sei que existem outras (muitas), considero essas as mais gritantes.

primeira já citei no post anterior: o ano escolar.
Aqui, nos EUA, o início do ano letivo é no final agosto/início de setembro e o término se dá no final de maio/início de junho. No Texas, as escolas públicas não podem começar as aulas antes da quarta segunda-feria de agosto. É lei. As particulares podem, mas não saem muito do esquema, começam mais ou menos uma semana antes.
Durante o ano letivo, não se  deixe enganar. Gostam de feriado, como no Brasil. A diferença é que aqui praticamente só as escolas têm esse tanto de feriado. O resto do comércio funciona normalmente quase 365 dias por ano.
Em compensacão, nas escolas - públicas e privadas - tem holidays e breaks pra ninguém botar defeito. É feriado e paradinha ( DE UMA SEMANA OU MAIS!!) por tudo que é motivo: Vamos lá:

1. DIA DO TRABALHO - FERIADO. Todos juntos para comemorar o dia do trabalho sem trabalhar, exceto as mães, que trabalharão dobrado nesse dia. Este ano cai no dia 2 de setembro. OU seja, as aulas mal começaram, e já temos o primeiro feriado prolongado do ano. Êba! (#sóquenão)

2. PARADINHA DO THANKSGIVING - Todos juntos para agradecer por qualquer coisa, incluindo uma semana inteirinha com mamãe e papai.   O Dia de Ação de graças é comemorado na quarta quinta feira de novembro, mas o break dura a semana inteira.

3.PARADINHA DO NATAL E ANO NOVO - Todos junto celebrando o Natal por DUAS SEMANAS. Esperamos que papai possa estar presente nesse aí. De 22 de dezembro a 7 de janeiro.

4.PARADINHA DA PRIMAVERA - SPRING BREAK - Vamos celebrar o desabrochar das flores. Mais uma semana inteira com papai e mamãe observando as maravilhas da Natureza. De 8-15 de março este ano.

5. PARADINHA DA PÁSCOA - 4 dias, igual no Brasil. Só que aqui a "Semana Santa" é de Sexta `a Segunda. 18-21 de Abril.

6.TEACHERS IN SERVICE - Dias aleatórios, mudam de escola pra escola, em que os professores recebem treinamentos específicos.

7. BAD WEATHER DAY - Nunca entendi o motivo desse feriado. Dia do mau tempo, do clima ruim. Pode ter uma tempestade? Um furacão? Uma chuva torrencial? Tudo bem, mas marcar o dia do mau tempo UM ANO ANTES? Que metereologia louca é essa? Se alguém Souber, me avise por favor, porque continuo sem entender. Só sei que é feriado.

 De repente, não mais que de repente, chega maio outra vez. Férias de novo.

No próximo post, vou falar um pouco sobre os distritos escolares e as diferenças entre escolas particulares e públicas.



quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Preciosas Promessas

Religiosidade X Relacionamento com DEUS

"Com que me apresentarei ao SENHOR e me inclinarei ante o DEUS excelso?
Virei perante ELE com holocaustos, com bezerros de um ano?
Agradar-se-á o SENHOR de milhares de carneiros e dez mil ribeiros de azeite? Darei o meu primogênito pela minha transgressão, o fruto do meu corpo, pelo pecado da minha alma?
ELE te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o SENHOR pede de ti:
que pratiques a justiça
ames a misericórida
e andes humildemente COM teu DEUS. "

Miquéias 6: 6-8

sábado, 24 de agosto de 2013

Back to School - Volta `as aulas - Parte 1


Eu não sei quem foi o louco, ensandecido, que decretou férias de três meses seguidos aqui nos EUA. Com certeza foi uma criatura pouco dotada de inteligência e, obviamente, do sexo masculino. Claro. Daqueles que acham que criança tem que ficar em casa, curtir a família, aproveitar os pais e blá, blá blá, mas eles mesmos saem de casa com a criança ainda dormindo e voltam pra casa com as crianças já na cama. Aí, fica facim, né, não? Felizmente, alguma mulher iluminada, culta e bem-informada, atenta `as necessidades psico-pedagógicas desses pequenos seres em formação que são as crianças - sei que foi mulher -  foi lá e inventou a "Summer School", a Escola de Verão, que é a possibilidade de as crianças irem pra escola durante o período de férias. Aí então, ficou tudo bem, nenhuma mãe perdeu (totalmente) o controle emocional e o equilíbrio interior e todos foram felizes para sempre. Lembremos mais uma vez que na terra do tio SAM, babá e empregada full-time são luxos que muito pouca gente pode ter.
***
Não bastassem três meses de férias seguidos, a escola aqui tem vários "breaks" durante o ano letivo. Tudo aqui é motivo pra dar uma "paradinha" :  treinar os professores, descansar os professores, aproveitar a Natureza, ficar com a família e claro, mais importante: arrebentar com a vida das mães, que não são mães apenas ( como se fosse pouco ser apenas mãe). São motoristas, lavadeiras, passadeiras, arrumadeiras, cozinheiras, governantas de suas próprias casas. Isso quando não são também, -além do já citado- médicas, enfermeiras, advogadas, corretoras, bancárias, vendedoras  e qualquer outra categoria profissional que couber aí.
***
As aulas aqui terminam no final de maio e só reiniciam no final de agosto, ou no início de setembro. Graças a Deus, aqui em casa, as pequenas frequentaram a Summer School (bendita!!) e assim, a minha sanidade mental ficou pouco comprometida. Mesmo frequentando a escola no verão, as crianças tinham um horário mais relaxado, assim como o currículo escolar. Tinha mais brincadeiras do que conteúdo programático, mais tempo no playground, dias de levar bicicleta pra escola, e splash-days ( dias de brincar em piscinas e com aquelas fontes que ficam jogando aguinha  - o calor aqui é de rachar tatu pela cacunda, como diz meu sábio pai).
Eu também deixei elas faltarem aula sempre que tinha uma outra programação em mente e por fim, ficaram 20 dias sem ir a escola no final de julho ( tempo para treinar os professores, descansar os professores, e claro, o mais importante: arrebentar com a vida das mães oferecer as crianças um tempo de descanso com a família. 
***
Finalmente, essa semana, a vida voltou ao normal. A correria do leva e busca, do acordar mais cedo, de ver se tem uniforme limpo e de arrumar o lanche das crianças. A correria de checar tarefas, fazer projetos, e organizar  tudo.

Êta correria abençoada!!



quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Filhinho



Essas meninas hoje me tiraram do sério. Todas as três. O dia foi tão tenso e cheio de malcriações de todos os lados, que não teve jeito: tive que distribuir umas chineladas nas pequenas. Na mais velha não, passou da hora, agora é esperar pra ver se a vida conserta...
Enfim, deu pra perceber meu "estado de nervo".
Polêmicas `a parte, as chineladas foram dadas. Mas, não surtiram efeito, continuaram a desobedecer e desobedecer (ô, fase!). Enfim, prometi que teria bis assim que chegássemos em casa. Assim, a raiva passaria ( não pode bater com raiva!) e eu também não precisaria dar explicações para os policiais (estávamos no shopping). Evitar escândalos é sempre uma boa estratégia.
Pois bem, chegando em casa, eu as lembrei que teria a nova rodada.
E a Bia, toda conformada:

"Tudo bem, mamãe. Pode bater. Mas, por favor, dá uma chinelada filhinho, tá?"

Depois dessa, a chinelada ficou só na promessa. Fiquei com pena e tentei a conversa.
Vamos ver se resolve.


domingo, 11 de agosto de 2013

DEUS, PAI, AMOR...

O Dia dos Pais nos Estados Unidos é comemorado no terceiro domingo de junho. Aqui, hoje é um dia comum. Mas, para nós, que somos brasileiros, e temos  pais brasileiros, hoje é dia de celebrar aqueles que recebem de Deus a honra de serem pais.




Ser pai é compartilhar o título do próprio DEUS, pois Deus é Pai. Mas, Deus também é Amor. Então, ser pai é ser amor. Ser pai é coisa séria.
Nunca tive dificuldade de entender o AMOR incondicional de DEUS a nós, seus filhos, pois fui presenteada com um pai que é o puro reflexo dessa amor. Um Pai que vive esse amor: o Amor de um Pai a seu filho/sua filha. 

Eu tenho um pai que optou pelo AMOR todas as vezes em que existiu opção,. 
Mesmo quando a outra opção era a disciplina. Não que ele tenha nos negado a disciplina, mas ele conseguia enxergar, que naquele momento em que precisávamos de disciplina, precisávamos muito mais era do seu amor. E foi assim, que a disciplina vinha: suave, terna. Sem violência, sem agressão, sem palavras duras.

Eu tenho um pai que soube desviar a ira. Mesmo quando provocado, não caía na cilada. Sua palavra doce desviava o furor e acalmava os ânimos. 

Eu tenho um pai que teve sabedoria. Sabedoria para perdoar, e aceitar  até o inaceitável, visando a uma família unida pelas gerações.

Eu tenho um pai que  transborda amor em palavras, que me liga quase todos os dias. Que diz "eu te amo" sem qualquer dificuldade. Mas nem precisava. Porque este pai  expressa amor até quando não diz nada. 

Eu tenho um pai que não espera a perfeição de ninguém, porque sabe que ele mesmo também erra.

Eu tenho um pai que ficou do lado da cama nas nossas noites de febre. Que consolou lágrimas de filhas adolescentes. Que fez cara feia quando a gente pisou na bola. Mas, logo depois ofereceu seu abraço, seu conselho, seu abrigo. 

Eu tenho um pai que transbordou tanto amor, que se tornou um avô melhor ainda. Que, apesar de médico, é um "avô advogado", como ele mesmo gosta de dizer. Advogado de defesa. Pronto a defender suas netas de qualquer um (mesmo que esse um seja eu mesma).

Eu tenho um pai que foi provedor. Mas, não parou por aí, porque foi também educador. Que não fugiu das suas responsabilidades de pai, nem tampouco as delegou para ninguém. Que deu bronca e deu conselho. 

Eu tenho um pai que enxergou que filho não é investimento ( seria um péssimo negócio!). Mas soube investir tempo no relacionamento com os filhos. Que se gastou e desgastou  nisso. Muito além do que o dinheiro pode proporcionar....

Eu tenho um pai que é  um modelo a ser seguido. E que me ditou, com sua vida, as características que a gente espera em um pai. E me deixou com um patamar alto de exigências, difícil de ser alcançado!!


Eu tenho um pai que está longe... E como eu queria estar com ele agora! Celebrando o dia do qual ele é digno, dando nele um abraço apertado...
Mas, na opção de vida que fizemos, esse foi uma desvantagem que tivemos que encarar. A distância daqueles que amamos...

Os que me lêem, que me desculpem... porque eu tenho um pai que é o melhor pai do mundo.



***

 E ao meu marido, que é o pai que escolhi para as minhas filhas:
 Parabéns por ser um pai maravilhoso para elas.  Você está no caminho certo!
 Eu sei que um dia, as suas filhas vão escrever um post desse pra você também!  Pode demorar um    pouco,  mas, o reconhecimento chega, seu trabalho não será em vão...



quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Preciosas Promessas

" O Senhor não retarda sua promessa, ainda que alguns a tenham por tardia; antes, é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se."
2. Pedro 3:9

Para os apressadinhos de plantão ( eu, inclusive), a palavra do dia é longanimidade.
Pra começar bem Agosto.