sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Ursos!! Ao ataque!!

Um tanto de coisa pra dizer, um outro tanto de foto pra postar, imagens do Halloween,  reflexões para o Thanksgiving... mas a notícia que não quer calar é a que vai compor a postagem de hoje: Julia foi aceita na faculdade! Para nós,  brasileiros, seria o equivalente a dizer: Passou no Vestibular.
A notícia chegou em um dia simbólico: 11/12/13 ( aviso aos navegantes que aqui o mês vem antes do dia). Então, no dia 12 de novembro, fomos informados dessa grande vitória. Julia admitida na Universidade.
Foi uma empolgação geral Brasil-EUA, com telefonemas e emails de uma família orgulhosa dessa conquista. Pais, avós, tios, padrinhos... cheios de alegria e gratidão. Nosso bebê vai pra faculdade! Não somente pra faculdade, mas para uma Universidade dos Sonhos! É ou não é muita emoção?
Para acalmar nossos ânimos, nada como a antecedência americana. O resultado que ela recebeu 3 dias atrás é para o início do próximo ano letivo, que graças `a tal antecedência, só acontece em Ago/Set de 2014. Temos então 10 meses para nos preparar para a partida da nossa primogênita rumo `a sua própria vida…10 meses para ensiná-la a sobreviver por si mesma, a saber fazer suas próprias escolhas a quilômetros de distância, a saber o que aceitar e rejeitar… Pensando bem, é muito pouco tempo!
"Bora adiar esse negócio aí, por favor, Universidade querida!!"
Enfim, comemorações a mil por hora, preparativos idem. Corações agradecidos e confiantes de que o que foi plantado, começa a ser colhido. Bendita época de colheita!!

fonte: Google images

***
O processo de entrada em uma universidade americana é bem diferente do que acontece no Brasil. O aluno é avaliado como um todo. Para se ter uma ideia, para entrar em uma Universidade americana, o aluno precisa de cartas de recomendação de professores da escola que frequenta, notas boas durante todo o Ensino Médio( o famoso GPA), uma quantia razoável de atividades extra-curriculares, interesse pelo trabalho ( a partir de 14 anos), mostrar engajamento social (trabalho voluntário) ou religioso de alguma natureza.  Ou seja, o estudante é avaliado de forma holística ( por mais que eu desgoste dessa palavra, é o termo que mais cai bem, sendo também utilizado por eles - "Holistic Review")
***
O SAT( Scholastic Assessment Test) é um teste padrão vestibular que é um dos fatores levados em consideração. Diferente do Brasil, é um teste padrão em todo o país, e avalia conhecimentos de inglês e matemática. SAT com score baixo  deixa o aluno de fora das melhores universidades. O mesmo vale para o ACT  (American Colleges Testing), que engloba inglês, matemática e conhecimentos em Ciência. São recomendados, mas não obrigatórios. Por exemplo… se o aluno tem notas altíssimas durante todo o ensino médio, nem precisa fazer o teste para a maioria das Universidades. Porém, um número considerável de boas universidades, exigem os testes em questão. Nem preciso dizer que meu chuchu arrebentou, né?
fonte: Google images

***
O fato de se falar várias línguas( inglês, espanhol, português e francês) e ter vivido fora do país também a tornou uma candidata bem competitiva. O que suplantou o fato de não ter atividades extracurriculares clássicas - como é comum aqui. Nos EUA, a meninada se engaja desde cedo em clube de escoteiros, associações atléticas, ajuda `as minorias, apoio a causas políticas, etc… E isso não temos no Brasil. OU melhor, não tem valor para uma universidade brasileira.
***
Outro fato levado em consideração é a quantidade de AP courses que Julia fez aqui nos EUA. Quase todas as matérias que fez são AP ou pre-AP, o que significa uma dificuldade acadêmica maior. Tá mais ou menos explicado nesse post aqui.
***
Outra coisa interessante: aqui o aluno não passa para o curso que escolhe. Aqui, o aluno entra na Faculdade. Não é o curso que mais interessa, e sim a Instituição. A concorrência existe  para entrar na faculdade, e não no curso. Inclusive ele pode demorar até dois anos para declarar qual o seu "major', que seria o que entendemos por curso superior. Isso significa que ele pode prestar para aquela faculdade e ser  admitido com um "Undeclared Major" - quando ele ainda não sabe qual curso quer. Ele tem dois anos para decidir-se. Isso ocorre porque os dois primeiros anos de Faculdade são iguais pra todo o mundo. Não interessa se vc faz Engenharia ou Teatro, sua grade curricular será muito semelhante.
Os amigos e familiares já perguntam: Passou pra quê?? (porque essa é a nossa cultura brasileira). Aqui, a pergunta é: Passou aonde?? (porque isso é o que mais interessa, a instituição). Bem, aos curiosos, aviso que ela declarou o seu major em Biologia. E aí vem a outra grande diferença.
***
Nos Estados Unidos, MEDICINA não tem acesso direto. Você não sai do Ensino Médio e vai direto pra uma Faculdade de Medicina. Medicina aqui é pós-graduação. Você só pode ser médico SE antes se formou em algum outro curso, como Biologia, Bioquímica, Psicologia, Enfermagem, etc… que são cursos de acesso direto da High School.
fonte: Google images

Outros cursos que são pós-graduacão nos EUA: DIREITO, FARMÁCIA, ODONTOLOGIA, MEDICINA VETERINÁRIA,  e FISIOTERAPIA. Para todos esses, precisa-se de um curso de 4 anos antes - e um diploma.
***
Como ela quer fazer Medicina, o Major dela em Biology é acompanhado de um currículo especial: o PRE-MEDICINE. É voltado para os alunos de Biologia que querem ser médicos. Nem todos tem essa pretensão, mas para os que têm, esse é o curso recomendado. Então, pode-se dizer que ela começa já sua formação em Medicina - que durará 8 anos, sendo os 4 primeiros de pré-medicina e os próximos 4 de Medicina propriamente dita.
***
Outra curiosidade é que aqui  nos EUA, TODAS AS UNIVERSIDADES SAO PAGAS, quer sejam públicas ou privadas. Existem excelentes universidades dos dois lados, sendo as mais famosas e mais conhecidas mundialmente as instituições privadas. Quem nunca ouviu falar de Harvard, Yale, Princeton, Brown, Duke, Baylor?  Todas são particulares.  Universidades públicas, embora não muito famosas fora dos EUA, também podem ser igualmente fantásticas,  como a University os Texas, Lousiana State University, University of Pensilvania, Texas A&M, e por aí vai… Em geral, é mais fácil entrar nas públicas do que nas particulares. Mas, isso depende da faculdade em questão.
fonte: Google images

***
Julia foi admitida na Baylor. Uma das top 20 faculdades de Medicina do país. Com bolsa parcial por mérito acadêmico.
As cores da faculdade são o verde-e-amarelo ( será um sinal??) e o mascote é o urso negro norte-americano. O grito de guerra deles é o "Sic'em Bears." Algo como "Ursos!! Ao ataque!!"
 É… não faz muito sentido em português…Mas, eles levam isso muito a sério!

fonte: Google images

***

Só sei que estou muito feliz.
É ou não é motivo para se orgulhar??



Sic'em, Bears!

19 comentários:

  1. Que maravilhosa notícia, Cristiane!! Imagino sim sua felicidade e de sua família!! E nós ainda nem conseguimos conversar, hein? O que vão fazer no Thanksgiving? Estaremos em Chicago com a família do meu marido. Tenha um ótimo fim de semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Camila! Eu até tentei te ligar naquele número que você passou, mas não deu certo :(
      Para o Thanksgiving, vamos nos reunir na casa de uns amigos da Igreja Brasileira. Boa semana pra você e obrigada por sua participação aqui no blog.
      Beijos

      Excluir
  2. Cris fico super feliz pela Julia!! Que Deus a abencoe ricamente. Que ela seja destaque em tudo que se disponha a fazer na universidade e em sua vida academica! A vitoria e da Julia, mas o elogio e para voce e Cristiano. Parabens ao casal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém e amém!! Bom te ver por aqui! Volte sempre.
      Beijos
      Cris

      Excluir
  3. Que maravilha! Parabéns pra sua filha, que merece!!! Vai lá, ursinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Estou chamando ela assim também *ursinha*. Ela fica toda, toda…
      Beijos
      Cris

      Excluir
  4. Nossa, que notícia maravilhosa!! Parabéns para ela e para vocês :). Só uma correção, não são 10 meses para ensinar coisas importantes para a Julia, vocês já fizeram isso nesses 17 anos, são 10 meses para ela aprender a se virar e vocês irem se acostumando com a idéia da distância. Bem feliz por vocês! Ah, outra correção, como sem a residência, o médico não pode ser médico aqui nos EUA, na verdade, ela vai começar a jornada de pelo menos 11 anos. É muito amor para salvar vidas :).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lorna. Você tem razão, Tudo já foi plantado, só falta agora a oportunidade de florescer. Concordo que a formação é de, NO MÍNIMO, 11 anos. Mas, pelo menos, depois de 8 anos, a gente não precisa mais mandar dinheiro, né? Hahahaha.
      Beijos
      Cris

      Excluir
  5. Que notícia ótima Cris!! Parabéns Julia!!!
    "Honra a quem honra!" E Deus te honrou! Não só a Julia mas como toda família!
    Agora, enjoy your Senior Year e, Papai e Mamãe, se preparem pra ter uma filha (quase) adulta!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É assim mesmo que me sinto - abençoada por Deus. Mas não merecemos isso tudo não.. É pura GRAÇA!!!
      Beijos
      Cris

      Excluir
  6. Já deixei meus Parabéns lá no Face, deixo aqui novamente: "Parabéns"!!!!!!
    Que orgulho!!!
    Podem ficar "cheios", por isso "PODE"!!!
    Achei lindaaaa a Universidade, que Campus MARA! ai que delícia tudo isso.
    Esta valendo cada lágrima né Cris, cada dor de saudade, cada interrogação na cabeça. Deus é maravilhoso!!!!
    Um dia quero ter essa alegria, sei que vou chorarrrr até, ver minha menina ir embora, nossa só de escrever isso me emociono. Mas consigo imaginar o quanto estão felizes... se consigo.
    Um super beijo pra você e pra linda "universitária"... bela profissão ela escolheu!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana querida!
      Você ainda tem tempo pra se acostumar. Vai curtindo sua Valentina, cada passo dado é uma vitória para os pais também…
      O Campus é realmente bem "europeu", ou seja, lindo :)
      Tem valido muito a pena cada lágrima. Muito!!
      Deus é mesmo maravihoso.
      Beijos
      Cris
      P.S.;: Fiz os mushrooms duas vezes, ficaram uma delícia. Mudei um pouco o recheio da segunda vez. Usei Shoyo, e tomate cereja além dos ingredientes. Ficou muito bom!

      Excluir
  7. Que Bacana Cris!
    E assim que os pais devem agir, incentivar os filhos a buscar novos horizontes. Viram mais graças de Deus, vocês estão no caminho certo, meus Parabéns. Meu anseio é entrar na faculdade, conclui meu ens. médio brasileiro, e perdi um ano com problema de curso técnico. Se tudo der certo, quero uma pós nos States. Me dê glorias, Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você consiga!! O primeiro passo é sonhar. Depois, mãos a obra.
      Abraço!

      Excluir
  8. Que legal!!!! Meus parabéns! Deve dar um orgulho danado, hein?

    Kisu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito, Bah! A gente tem que se controlar pra não estourar. Hahahaha!
      Beijos
      Cris

      Excluir
  9. Wow!!! Parabéns!!! Me arrepiei ao ler seu post!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns!!! Imagino o orgulho da filhota! Abraços

    ResponderExcluir