segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Desenvolvendo um coração agradecido




Em tudo dai graças, pois esta é a vontade de 

Deus em Cristo Jesus para convosco.”

1 Tessalonicenses 5:18



Em tudo dai graças.”

Desde pequenina, ouço este versículo. 

Geralmente, isso acontecia quando a situação não 

estava muito boa. Sim, quando algo não saía 

como o planejado, este era o momento em que 

este versículo surgia em meio `as conversas. Um 

revés no caminho, uma pedra, um tropeço: “Em 

tudo dai graças”. Uma decepção, uma demissão, 

uma doença: “Em tudo dai graças”. Um filho que 

não nasceu, uma cura que não veio:  “Em tudo 

dai graças”. Confesso que sempre achei muito 

estranho  alguém poder agradecer por tantas 

coisas ruins.

Eu não conseguia compreender por que  Deus 

queria que fôssemos gratos por algo triste ou 

desagradável. Por toda a minha adolescência,  

continuei a ouvir este versículo - sempre em 

situações desfavoráveis. Cheguei a fazer alguns 

questionamentos. Que fé seria essa que nos exigia 

agradecer por tudo? Um tipo de lavagem cerebral 

que nos aliena? Um Deus que nos pede para 

agradecer por um diagnósstico ruim ou por uma 

porta fechada  me parecia exigente demais… 

Como seria isso possível?

Pouco a pouco, examinando as Escrituras Sagradas, fui 

entendendo o que Deus queria me dizer. Um pequeno 

detalhe linguístico faz toda a diferença. A Bíblia 

nos  diz  “em tudo” e não “por tudo.”

Uma outra tradução (NVI) esclarece ainda mais o 

significado: "Em tudo dai graças" é na verdade “Dai 

graças em todas as circunstâncias”. 

Penso que o que Deus quer de nós não é negação da 

realidade `a nossa volta, não é  nossa alienação frente `as circunstâncias. O que Ele 

nos ensina é que Ele deve ser o foco da nossa 

gratidão - e não os acontecimentos. Deus quer que 

nós sejamos gratos a Ele independentemente da 

situação. Não precisamos de circunstâncias 

favoráveis para  sermos gratos. Agradecemos por 

quem Deus é e por tudo que Ele nos faz-  essa é a 

base de um coração agradecido..

Uma atitude de gratidão começa reconhecendo 

que Deus é bom e  que a vida em si é uma dádiva 

graciosa dEle.  De uma forma prática,  “ Em tudo 

dai graças” significa que mesmo quando as coisas 

não vão bem, somos gratos a Deus.  Porque nossa 

gratidão é pelo amor dEle por nós e não pela 

nossa situação, quer seja boa ou ruim. Porque Ele faz por 

nós diariamente muito mais do que merecemos… 


Compreender essa gratidão, me fortaleceu no decorrer dos anos.  Pude pôr em prática em momentos

 ruins. Foi esse tipo de gratidão genuína que me deu um coração 

capaz de suportar a tristeza quando meus bebês não nasceram, porque pude agradecer pela filha que

eu já tinha. Foi um coração agradecido que me fortaleceu para superar a dor quando a cura do 

meu pai não veio - mesmo depois de termos pedido tanto! -  e ele se foi...

Pude agradecer por ter tido o privilégio imenso de tê-lo como pai - pelo tempo que Deus determinou.


Olhe `a sua volta...Quantas bênçãos Deus tem derramado em 

sua vida? São incontáveis!! 

Que possamos a cada dia olhar para Deus e 

agradecê-lo pelas inúmeras bênçãos que Ele nos proporciona.

Quer os dias sejam bons, quer sejam maus.


 Cristiane Tuma





P.S.: Hoje meu pai completaria 65 anos de idade e é a primeira vez que não vai ter festa. Dia mau e difícil.


terça-feira, 18 de novembro de 2014

Reflexões de aniversário

     Os 37 chegaram implacáveis: os cabelos brancos não só teimam em aparecer como teimam em ser maioria... Os olhos que já são pequenos, estão ainda  menores, espremidos por umas ruguinhas que não estavam ali há um ano atrás ( Eu juro! Não lembro delas...)
     Os 37 também chegaram com uma tristeza no fundo do coração por aquela ligação que não veio pela primeira vez... aquela benção costumeira  de todos os anos que  dessa vez não recebi e me fez uma falta danada. Porque ele sabia dar parabéns como ninguém!
     Mas, Deus gosta de surpreender a gente... E foi assim, antes que toda essa tristeza viesse `a tona e me roubasse a alegria de celebrar mais um ano de vida, que Ele me deu amigos de presente. E no alto dos meus 37 anos, ganhei quatro festas! Isso mesmo! Quatro! Com direito a bolo, brigadeiro e balão.  Festa como há muitos anos eu não fazia. E como há décadas (sim, sou velha) eu não ganhava!!
     Os 37 anos chegaram mesmo com festa. Festa por esses amigos maravilhosos que me fizeram sentir especial. Festa por ter vizinhas brasileiras! Festa por ter nascido em novembro - é outono aqui  e outono é minha estação favorita!! Festa por ter uma família linda, com  marido e filhas que só me enchem de orgulho. Festa por ter mãe e irmãos que me amam e estão todos bem. Festa por ter tido um pai que fez a diferença na minha vida.
     Depois de 36 anos recebendo as felicitações mais belas do mundo, sigo agora com os ecos daquela voz que tanto me abençoou. E que farão ressonância durante todos os meus anos de vida. É como se eu fosse ouvir para sempre, a cada 8 de novembro:

" Parabéns, filha, que Deus te abençoe ricamente. Que ele te dê muita saúde, paz, prosperidade. Que você continue andando nos caminhos de Deus. Que você tenha sabedoria para conduzir sua casa, que você tenha paciência com suas filhas, Que você tenha amor pelo seu marido e pelas suas filhas. Que você seja dedicada em tudo o que faz, que você continue sendo uma excelente mulher, uma mãe sábia, uma esposa temente a Deus. Que Deus te abençoe em todas as áreas da sua vida . Que você seja uma médica excelente, estudiosa, que tudo que você fizer possa prosperar, que você seja ande cada dia mais  debaixo da vontade do Senhor. Que sua família seja abençoada em todo lugar que andar e em tudo quanto fizer.  Papai te ama muito"
Algo assim...

Eu não falei que ele sabia dar Parabéns?


Festa 1 - BMH friends


Festa 1 - BMH friends
Festa 1 - BMH friends



Festa 2 - BPC friends
Festa 2 - BPC friends
Festa 3 - Vizinhas!! 
Festa 3 - Vizinhas!


Festa 4 - BMH estudo bíblico das manhãs

Festa 4 - BMH estudo bíblico das manhãs